Prefeitura de Brusque manterá Ensino Médio na escola João Hassmann

Governo decidiu voltar atrás na decisão anunciada semana passada

Prefeitura de Brusque manterá Ensino Médio na escola João Hassmann

Governo decidiu voltar atrás na decisão anunciada semana passada

  • Por Marcelo Reis
  • 17:47
  • Atualizado às 10:15
  • +A-A

A prefeitura de Brusque informou na tarde desta terça-feira, 3, que irá manter o Ensino Médio na escola João Hassmann, no bairro Guarani, por tempo indeterminado. A decisão foi anunciada em entrevista coletiva pelos secretários de Educação, José Zancanaro, e de Governo e Gestão Estratégica, William Molina.

Na semana passada, a Secretaria de Educação havia informado a desativação gradual no Ensino Médio na escola, a partir de 2018. Na oportunidade, o governo havia justificado que a desativação ocorreria por motivos econômicos, já que, por lei, compete ao estado manter o Ensino Médio, e à prefeitura somente o ensino básico.

A decisão de manter as turmas, segundo a prefeitura, se deve ao fato de que o governo do estado não tem previsão de implantar a reforma na região de Brusque, nem neste ano, tampouco em 2018, e talvez inicie o processo em 2019.

Segundo Molina, os motivos que levaram a prefeitura a pensar na desativação das turmas foi a necessidade de grandes adequações no espaço físico da escola, exigidas pela lei da reforma do Ensino Médio.

Como a prefeitura só tem obrigação de proporcionar o ensino básico, o governo entendeu que os custos das mudanças inviabilizariam a manutenção do ensino médio na escola municipal.

Entre as mudanças exigidas pela lei está a implantação de ensino profissionalizante, que passaria a ser obrigatória. “Seria inviável para o município atender essa demanda”, diz Molina.

Além disso, para receber o novo Ensino Médio, a escola teria que receber novos laboratórios, os quais o município diz não ter condições de bancar. Seria necessário ainda a construção, na escola, de bibliotecas próprias para os cursos profissionalizantes.

José Zancanaro, secretário de Educação, disse que foram realizadas consultas ao governo do estado para saber quando será implantado o novo Ensino Médio nas escolas de Brusque, e a resposta foi que não há previsão para os próximos dois anos.

Segundo ele, o próprio governo do estado está com dificuldades de adequar a estrutura física de suas escolas, assim como o quadro de funcionários para adaptar-se à mudança. Atualmente, inclusive, o estado busca ampliação do prazo para adequação junto ao governo federal.

Portanto, ele informa que a prefeitura manterá as matrículas normalmente para o próximo ano e, possivelmente, também para 2019. Entretanto, quando o governo estadual manifestar a intenção de implantar o novo Ensino Médio em Brusque, a Secretaria de Educação terá que voltar a discutir a desativação na escola do Guarani.

Atualmente, há cerca de 25 a 30 alunos por turma da João Hassmann.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio