Prefeitura de Brusque paga mais de R$ 1,5 milhão por ano em aluguel de imóveis

São 21 propriedades locadas, das quais 12 são destinadas à Secretaria de Educação

Prefeitura de Brusque paga mais de R$ 1,5 milhão por ano em aluguel de imóveis

São 21 propriedades locadas, das quais 12 são destinadas à Secretaria de Educação

O Observatório Social de Brusque (OSBr) realizou um levantamento relacionado aos custos da prefeitura com locação de imóveis e constatou que R$ 129.260,37 são gastos mensalmente em 21 imóveis. A Secretaria de Educação tem 12 imóveis locados, enquanto a de Saúde tem oito e a de Obras, um. No último levantamento realizado, em 2016, também havia 21 imóveis locados, com custos mensais totalizando R$ 120.645,49.

O maior valor de aluguel é o do espaço para as instalações da Secretaria de Obras, na rua Ivandro Brums, nº 411, no bairro Nova Brasília, com aproximadamente R$ 23,7 mil (18,33% do total), enquanto o de menor custo é o da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Santa Terezinha, com R$ 1 mil mensais. O custo anual é de cerca de R$ 1,55 milhão.

O diretor-executivo do OSBr, Evandro Gevaerd, afirma que o levantamento é importante para provocar a discussão na sociedade brusquense sobre os valores dos aluguéis e o aproveitamento dos espaços físicos que a prefeitura tem à sua disposição. “Não sabemos  se o valor é excessivo ou justo. Alguns aluguéis se mantiveram, outros acabaram tendo diferentes aumentos.”

Entre os aumentos mais significativos, está o do galpão na rodovia Antônio Heil, alugado para a Secretaria de Educação. Entre 2016 e 2018, o valor do aluguel subiu de R$ 5,5 mil para R$ 7,17 mil, num acréscimo de mais de 30%.

Alguns dos espaços alugados tiveram suas funções transferidas por causa de deficiências. É o caso do Casarão da Saúde, que, segundo o secretário de Governo e Gestão Estratégica, William Molina, já não tinha mais condições de higiene e estrutura física, e teve seus serviços transferidos para o número 126 da rua do Centenário, no Centro. “São casos pontuais, quando a infraestrutura dos prédios já não supria mais as necessidades da prefeitura”, reitera.

Molina afirma que a prefeitura trabalha para diminuir a quantidade de aluguéis sempre que possível. No fim do ano, dois aluguéis foram dispensados com as inaugurações das Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Rio Branco e São Pedro. “Estamos sempre tentando utilizar os espaços que já temos, inclusive na Arena Brusque, com serviços que idealmente não deveriam estar lá. Não queremos aumentar os aluguéis, até porque já tivemos que construir novos espaços.”

Imóveis alugados pela Prefeitura de Brusque em 2018

Mudanças de preço de aluguel entre os levantamentos de 2016 e 2018

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio