Conteúdo exclusivo para assinantes

Prefeitura de Brusque tem até 2023 para garantir acessibilidade às Unidades Básicas de Saúde

Acordo com o Ministério Público prevê cronograma de datas para reformas

Prefeitura de Brusque tem até 2023 para garantir acessibilidade às Unidades Básicas de Saúde

Acordo com o Ministério Público prevê cronograma de datas para reformas

A Prefeitura de Brusque assinou na semana passada um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público (MP-SC) com o objetivo de garantir a acessibilidade nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.

O TAC foi proposto após a 2ª Promotoria de Justiça instaurar, em junho do ano passado, inquérito para investigar a falta de acessibilidade nas 24 unidades de saúde da cidade. De acordo com o MP-SC, um questionário aplicado pelo Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos revelou inconsistências quanto ao atendimento às condições de acessibilidade nestes locais.

Com o TAC, a prefeitura reconheceu a deficiência das unidades no quesito acessibilidade e se comprometeu a executar as obras de adaptação às exigências contidas nas normas técnicas de acessibilidade.

No acordo, também ficou definido o cronograma que a prefeitura precisa seguir para fazer as adaptações, inclusive, com os prazos. O Executivo também precisa apresentar ao MP-SC, no prazo máximo de 30 dias, após finalizadas as obras de adaptações, um laudo assinado por um engenheiro ou arquiteto, atestando que as edificações atendem integralmente às normas técnicas que tratam da acessibilidade.

No caso de mudança de endereço das unidades de saúde, a prefeitura também terá de garantir a acessibilidade do local, assim como nos casos de construção de novas unidades.

Se descumprir, a prefeitura deverá pagar uma multa diária de R$ 1 mil para cada edificação que ainda apresente obstáculos arquitetônicos ou que tenha sido reformada de modo diverso às exigências técnicas e legais da acessibilidade.

O secretário de Governo e Gestão Estratégica de Brusque, William Molina, destaca que a prefeitura realizou vistoria em todas as unidades de saúde e constatou que algumas já possuem algum tipo de acessibilidade. De acordo com ele, a princípio, as obras devem ser realizadas pelo Departamento Geral de Infraestrutura (DGI) em parceria com a Secretaria de Obras.

“Dependendo da complexidade da obra, o nosso pessoal tem competência para executar essas tarefas. Em casos mais complexos, teremos de fazer a contratação de empresa por meio de licitação”, diz.

Prazos para adequação

Unidade de saúde Prazo
UBS Rio Branco Junho/2018
UBS São Pedro Junho/2018
UBS Guarani Dezembro/2018
UBS Poço Fundo Dezembro/2018
UBS Santa Terezinha Dezembro/2018
UBS Ponta Russa Junho/2019
UBS Santa Luzia Junho/2019
UBS Maluche Dezembro/2019
UBS Limeira Dezembro/2019
UBS Cedrinho Dezembro/2019
UBS Steffen Dezembro/2020
UBS São Luiz Dezembro/2020
UBS Central Dezembro/2020
UBS São João Dezembro/2020
UBS Nova Brasília Dezembro/2021
UBS Volta Grande Dezembro/2021
UBS Águas Claras Dezembro/2021
UBS Bateas Dezembro/2022
UBS Planalto Dezembro/2022
UBS Santa Rita Dezembro/2022
UBS Dom Joaquim Dezembro/2023
UBS Rua Nova Trento Dezembro/2023
UBS Paquetá Dezembro/2023

 

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio