Prefeitura de Guabiruba desenvolve campanha sobre riscos no trânsito

Campanha visa alertar os motoristas sobre os riscos de imprudência ao volante

  • Por Redação
  • 15:21
  • Atualizado às 15:57

Prefeitura de Guabiruba desenvolve campanha sobre riscos no trânsito

Campanha visa alertar os motoristas sobre os riscos de imprudência ao volante

  • Por Redação
  • 15:21
  • Atualizado às 15:57
  • +A-A

Excesso de velocidade, falar ao celular e dirigir embriagado. Os três principais geradores de acidentes em Guabiruba são tema de uma campanha publicitária desenvolvida pela Prefeitura de Guabiruba, por meio do Programa Trânsito Seguro, para impactar os condutores sobre os riscos da imprudência ao volante.

No layout desenvolvido, uma arma de fogo é disparada, porém no lugar do projétil estão três elementos visuais representando as imprudências: um carro em alta velocidade, um aparelho celular e uma garrafa de bebida alcoólica.

Imagem e texto alertam os motoristas para os perigos da combinação, comparando-as ao disparo de um revólver, indicando que cometer tais infrações é tão perigoso quanto disparar uma arma de fogo, podendo tirar a vida tanto de si mesmo, quanto de outras pessoas. A campanha começa a circular na cidade nesta semana.

– O trânsito mata. E não escolhe classe social. E ele é hoje uma das maiores causas de mortes no Brasil. É por isso que precisávamos de uma campanha agressiva para realmente impactar o condutor – pontua o coordenador da GBTRAN, Paulo Rodrigo Sestrem, que trabalha na área há 17 anos.

O principal objetivo da campanha da Prefeitura de Guabiruba, que contou com a criação da agência Raffcom, é impactar os motoristas e promover a reflexão sobre as combinações perigosas no trânsito, gerando uma mudança de comportamento.

Campanha nas escolas

Paralelamente a mensagem utilizada com a arma de fogo, outra será utilizada nas escolas, empresas e Centro de Formação de Condutores, por meio de palestras. É a da logomarca do Programa Trânsito Seguro, criado por meio de um concurso entre os estudantes, e que se transformará em adesivo para veículos.

– Quando lançamos o Programa Trânsito Seguro montamos uma comissão com a Secretaria de Educação, Polícia Militar, Fundação Cultural, Secretaria de Planejamento, Corpo de Bombeiros e um adolescente da Escola Germano Brandt teve seu trabalho premiado e qualquer ação do programa tem essa logomarca– afirma Sestrem.

Travessias elevadas

Atualmente, a população solicita muitas lombadas, o que é proibido pelo Código de Trânsito. Assim, solicitam travessias elevadas como forma de inibir o excesso de velocidade perto de suas residências. Sestrem explica que a função das travessias, como o próprio nome diz, é auxiliar os pedestres a atravessar a via e não reduzir a velocidade dos veículos.

– O custo de uma travessia é elevado e causa todo um transtorno para a Polícia, Corpo de Bombeiros, ambulância e ao motorista que dirige de acordo com os limites de velocidade. Se fossemos implantar todas as travessias solicitadas, Guabiruba não teria mobilidade. Não andaria. Sem falar dos veículos de carga e do transporte coletivo, que aumentarim o custo com essas reduções – antecipa Sestrem.

Segundo ele, todo processo de educação no trânsito passa por fiscalização. A partir do momento que se realizam melhorias no sentido do trânsito, sinalização, palestras, campanhas educativas e no final não se atinge o resultado esperado, ou seja, as estatísticas da GBTRAN e da Polícia Militar apontarem que ainda existe imprudência, a fiscalização aos condutores será intensificada.

job_14582_pref_guabiruba_outdoor_GARRAFA

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio