Conteúdo exclusivo para assinantes

Prefeitura de Botuverá fará inventário da fauna e da flora no Parque das Grutas

Ideia do poder público é investir no turismo ecológico nos próximos anos

Prefeitura de Botuverá fará inventário da fauna e da flora no Parque das Grutas

Ideia do poder público é investir no turismo ecológico nos próximos anos

A Prefeitura de Botuverá nomeou o engenheiro florestal Ricardo dos Santos Lada para a realizar um inventário das riquezas naturais do Parque Municipal das Grutas. A ação faz parte de um plano maior que tem como objetivo investir no turismo ecológico do município.

Lada terá a tarefa de catalogar todos os exemplares de animais e de plantas do Parque das Grutas. Segundo o prefeito José Luiz Colombi, o Nene, a ideia é que o trabalho sirva de base para o Plano Municipal de Turismo.

“Pretendemos fazer um plano turístico grande”, diz o prefeito. Neste projeto, haverá, se concretizado, trilhas ecológicas para os turistas e também placas de identificação nas plantas no caminho do parque.

De acordo com o Nene, o objetivo é que todas as informações sejam recolhidas em breve. Dentro de um ano, a previsão é já estar com o planejamento turístico no papel, para ser votado e executado.

“Vamos iniciar pelo parque das cavernas primeiro, depois para os outros locais”, afirma o prefeito de Botuverá. Na visão dele, o município tem um potencial de turismo a ser explorado.

Atualmente, mesmo sem um planejamento, tampouco campanha publicitária, as Grutas já recebem centenas de visitantes todos os meses. A prefeitura quer profissionalizar a gestão turística para converter isso em arrecadação para a cidade.

Um dos pilares do plano de turismo é uma área pertencente à Votorantim. Segundo Nene, a prefeitura negocia para que esse espaço seja doado ao poder público.

Se a negociação for concretizada, a ideia é que essa área abrigue um hotel ou pousadas para os turistas. Uma das possibilidades é que a prefeitura conceda a exploração do local à iniciativa privada.

Convênio
Nene diz que o começo do inventário da fauna e flora do parque também é uma exigência da Fundação do Meio Ambiente (Fatma). Um convênio firmado entre prefeitura e Fatma foi firmado para pequenas intervenções recentemente.

Para a assinatura da parceria, a Fatma exigiu que o município faça um plano municipal da Mata Atlântica. Dentro dele, encaixa-se o inventário da fauna e flora.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio