Prefeitura rebate Hospital Azambuja sobre caso de mulher atendida por bombeiro

Governo divulgou nota oficial na tarde desta quarta-feira

Prefeitura rebate Hospital Azambuja sobre caso de mulher atendida por bombeiro

Governo divulgou nota oficial na tarde desta quarta-feira

A Prefeitura de Brusque divulgou nota oficial na tarde desta quarta-feira, 22, na qual se manifesta sobre o atendimento de uma paciente por um bombeiro, na sala de espera do Hospital Azambuja, por falta de médico para atendê-la na instituição.

O Azambuja, também em nota, informou que o atendimento demorou porque está superlotado, e atribuiu essa superlotação à falta de eficiência das Unidades de Saúde e da Policlínica.

O governo critica a justificativa.

“De forma inapropriada, a diretoria do hospital buscou responsabilizar o atendimento da saúde pública de Brusque pelo seu próprio atraso no atendimento. Lamentamos a infeliz declaração, baseada em achismos e sem qualquer tipo de respaldo em indicadores de saúde. Na ânsia de justificar problemas internos, como a qualidade do atendimento, buscou-se acusar a saúde pública municipal sem nenhum fundamento técnico ou científico” diz a nota.

A Prefeitura de Brusque afirma que tem buscado “incansavelmente aprimorar a qualidade dos serviços de saúde no município, com a melhoria e ampliação de sua infraestrutura, qualificação de seu corpo técnico e adoção de práticas de gestão que busquem melhorar o atendimento de quem mais precisa”.

“Sabemos que ainda há muito o que avançar, e compreendemos que por vezes há formação de filas para o atendimento dos serviços de saúde, como o caso que ocorreu ontem com o Hospital Azambuja. No entanto, não é terceirizando a sua responsabilidade que estes problemas serão solucionados”, diz o governo.

A prefeitura também destaca os recursos repassados ao hospital, que no ano passado foram R$ 23 milhões. “Nós pagamos pelo serviço prestado pelo hospital ao cidadão”, diz a nota.

Por fim, a administração municipal pede que “as questões de saúde pública no município sejam debatidas com mais responsabilidade e profissionalismo, tal qual merece uma entidade centenária tão importante para a nossa cidade.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio