Preparativos para Paixão e Morte de um Homem Livre seguem a todo vapor

Espetáculo será apresentado nos dias 13 e 14 de abril, no pátio da igreja São Cristóvão, no Aymoré

Preparativos para Paixão e Morte de um Homem Livre seguem a todo vapor

Espetáculo será apresentado nos dias 13 e 14 de abril, no pátio da igreja São Cristóvão, no Aymoré

Falta menos de um mês para a apresentação do espetáculo Paixão e Morte de um Homem Livre. O teatro, feito por cerca de 450 voluntários de Guabiruba e Brusque e que neste ano contará com a participação especial do ator Francisco Cuoco, promete emocionar o público que vem de várias regiões do país.

O espetáculo – realizado desde 1981 e considerado um dos maiores e mais belos do Sul do país -, narra momentos especiais da vida, paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo e será apresentado na Quinta e Sexta-Feira Santa, 13 e 14 de abril, respectivamente às 21h e às 19h30, no pátio da igreja São Cristóvão, no bairro Aymoré, em Guabiruba.

Na semana passada foi realizado o primeiro ensaio geral. Em média, são cinco horas de trabalho, que reúne 367 atores voluntários e 80 pessoas da equipe técnica. No dia 12, Quarta-feira Santa, véspera da apresentação, haverá um ensaio geral com todo o elenco. Na ocasião, o ator global participará.

Já a montagem do palco iniciou em janeiro. O projeto de engenharia atende a parte estética e as normas de segurança. Nesta edição, o palco é um pouco mais alto do que nos outros anos. São cerca de 1000 metros quadrados de área construída e pelo menos 300 dúzias de tábuas de caixarias. Nos próximos dias ele será finalizado, falta apenas a pintura.

O vestuário dos atores está sendo desenvolvido com a participação de vários voluntários. Os modelos das roupas dos soldados foram produzidos por estudantes de Design de Moda do Centro Universitário de Brusque (Unifebe).A estilista de Guabiruba Simone Gums fez as vestes da realeza e dos atores que reproduzem papéis mais nobres e um estilista de Brusque produziu as roupas dos sumos sacerdotes.

Novidades
As principais novidades quanto ao espetáculo são a narração e a interação com o público. Na edição passada, o teatro foi narrado por Maria Madalena e neste ano é feito por Maria, a mãe de Jesus. Além disso, nas cenas dos milagres da multiplicação dos pães e dos peixes haverá contato com a plateia.

O presidente da Associação Artístico Cultural São Pedro (AACSP) – entidade que promove o espetáculo -, Marcelo do Nascimento e o vice-presidente e diretor- executivo da Paixão e Morte de um Homem Livre, Nilson José Ebele, afirmam que o teatro só é realizado porque há muita doação e dedicação da comunidade. Ambos participam do projeto desde 1986.

Eles frisam que a história por si só é emocionante, porém, todos os detalhes pensados minunciosamente, como iluminação, som, coreografia, figurino, fogos e o encerramento deixam o momento mais bonito. “É trabalhoso, mas feito com muito amor para a comunidade”, diz Ebele.

Para Nascimento, desde que os ensaios começaram “algo diferente foi ligado dentro deles”. Ele diz que a cada dia a menos para o espetáculo, o frio na barriga aumenta. “São dias que trabalhamos num sentimento diferente. É o que dá sentido para a nossa Páscoa, quando não tem o espetáculo é como se não tivesse Páscoa”, destaca.

Ingressos
São disponibilizadas 4 mil cadeiras em cada dia da peça, que dura cerca de duas horas e meia. No entanto, há poucos ingressos disponíveis ainda nos pontos de venda [ver no detalhe]. O ingresso antecipado custa R$ 10 e a meia-entrada, R$ 5.


Pontos de venda

Guabiruba
Mercado Baron – São Pedro
Fundação Cultural – Centro
Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – Centro
Supermercado Kohler – Aymoré
Supermercado Rothermel – Guabiruba Sul
Mercado Bom Dia – Lageado Baixo

Brusque
Paróquia São Luiz Gonzaga – Centro
Loja WJ – Centro

Em toda a rede de supermercados Carol (Guabiruba, Brusque, Nova Trento e Blumenau)

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio