Presença de animais de estimação será discutida por moradores do Jardim Sesquicentenário

Orientação do síndico é para que as famílias deixem seus animais provisoriamente na casa de parentes e amigos

Presença de animais de estimação será discutida por moradores do Jardim Sesquicentenário

Orientação do síndico é para que as famílias deixem seus animais provisoriamente na casa de parentes e amigos

Desde que se mudou para o residencial Jardim Sesquicentenário com a família, no último sábado, 30 de junho, a costureira Sueli Aparecida Pires Abreu, 29 anos, está com o coração apertado. 

Apesar da conquista da casa nova, ela e outros moradores da localidade estão em dúvida do que devem  fazer com os animais de estimação, como cães e gatos. 

Como a assembleia geral ainda não foi realizada para definir o regimento interno do condomínio, o síndico do residencial, Aparecido do Carmo, esclarece que, por enquanto, a orientação às famílias é que deixem os animais em casas de parentes e amigos, pelo menos provisoriamente.   

– Não existe lei que proíba o proprietário de ter seu animal, mas o que temos instruído é que, até que todos estejam instalados, possamos discutir o regimento interno do condomínio e gostaríamos que os moradores entendessem isso – comenta o síndico. 

**Saiba um pouco mais sobre o que dizem as leis em relação a presença de animais em condomínio, na edição impressa do Jornal Município Dia a Dia, desta sexta-feira, 6 de julho.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio