Conteúdo exclusivo para assinantes
Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Presidente da Facisc critica papel dos cartórios e o sistema financeiro

Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Presidente da Facisc critica papel dos cartórios e o sistema financeiro

Página 3

O presidente da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), Jonny Zulauf, durante sua entrevista ao jornal O Município, criticou os disparates que acontecem no Brasil.

O primeiro alvo são os cartórios, que segundo ele foram criados pelo rei para acomodar os fidalgos portugueses que não tinham nem dinheiro nem trabalho. O Império acabou, os fidalgos foram embora e os cartórios continuam, cobrando taxas altíssimas para dar carimbadas.

Outro alvo é o sistema financeiro. Para ele, a Lava Jato é fichinha perto do “estupro que o sistema financeiro brasileiro impõe à sociedade”. Ele lembra que temos os juros mais altos do mundo que mataram e estão matando as empresas brasileiras. Mesmo com a Constituição proibindo juros acima de 1%, o STF permite que se cobre o que quiser.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio