Presos da UPA fazem “bate grade” em protesto por mais alimento

O protesto dos presos é para garantir três pães e não dois, como estão sendo oferecidos

Presos da UPA fazem “bate grade” em protesto por mais alimento

O protesto dos presos é para garantir três pães e não dois, como estão sendo oferecidos

Um princípio de rebelião dos presos da Unidade Prisional Avançada de Brusque (UPA) com bate grade quebrou a rotina na noite desta sexta-feira, 22, e exigiu o reforço da Polícia Militar e das forças de segurança de outras unidades da região. Segundo informações do diretor da unidade, Elison Ivan Soares, a insatisfação dos presos ocorreu por conta da quantidade de pães servidos a cada detento (dois) e eles exigiam três unidades.

Duas guarnições de Brusque foram deslocadas para a UPA por volta das 20h30 e liberadas após duas horas, com a chegada de reforço de outras unidades prisionais, como de Blumenau. Segundo o diretor do presídio, a manifestação batendo grades foi aderida por várias celas e durou cerca de cinco minutos. Após diálogo com a direção, a situação foi contornada, por volta das 22h30.

 

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio