Primeiro dia de campanha contra a Gripe H1N1 imuniza 370 pessoas em Guabiruba  

Campanha segue até o dia 20 de maio e tem no sábado, 30, a mobilização nacional, conhecida como Dia D

Primeiro dia de campanha contra a Gripe H1N1 imuniza 370 pessoas em Guabiruba  

Campanha segue até o dia 20 de maio e tem no sábado, 30, a mobilização nacional, conhecida como Dia D

No primeiro dia da Campanha contra a Gripe H1N1 iniciada na rede pública nesta segunda-feira, 25, foram imunizadas 370 pessoas em Guabiruba. A campanha segue até o dia 20 de maio e tem no sábado, 30, a mobilização nacional, conhecida como Dia D, momento em que a Policlínica ficará aberta das 8h às 17h para atender o público alvo da vacinação: crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas, trabalhador de saúde, povos indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e de outras condições clínicas (doença respiratória crônica, cardíaca crônica, renal crônica, hepática crônica, neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias).

Além da Policlínica, todas as Unidades Básicas de Saúde – UBSs estão aplicando a vacina de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30. Em Guabiruba, 4326 pessoas estão no grupo do risco e a meta é imunizar pelo menos 80% da população.

A enfermeira Ana Lucia Tolentino, da Vigilância Epidemiológica de Guabiruba, explica que a vacina não imuniza contra o resfriado, pois este é causado por outro tipo de vírus e que não pode tomar a vacina quem tem alergia à proteína do ovo ou quem está com febre.

Ela enfatiza a necessidade do usuário apresentar a caderneta de vacinação, Identidade e o Cartão do SUS. “Tivemos um início de campanha bem movimentado e acreditamos que nesta semana vamos dobrar os 8,5% já atingido do nosso público alvo. Houve pouca procura por gestantes e puérperas e em compensação muitos idosos e crianças”, afirma a Ana Lucia, reforçando a todo que estão no grupo de risco a procurarem imunizar-se.


Crianças imunizadas

Entre os grupos de risco, crianças e idosos tem sido os que mais buscam a vacinação que protege contra os vírus influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e B, garantindo a imunização por um ano. A mãe Rosana Voss da Silva levou a filha Lavinia, de 4 anos, para tomar a vacina na terça-feira, 26, na unidade do bairro Lageado Baixo. Ela conta que soube da campanha pelos veículos de comunicação e por sua agente comunitária de saúde e que já na segunda- feira quis levar a filha.

“Estive na Policlínica na segunda-feira e como tinha muita fila fui orientada a procurar a unidade aqui do bairro. A Lavinia estava ansiosa para tomar a vacina. Sempre explico os benefícios e não coloco medo nela. Isso a ajuda a colaborar com a vacinação”, explica a mãe.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 3354-2313.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio