Conteúdo exclusivo para assinantes
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Prisão do reitor da UFSC dá duro golpe na imagem da universidade

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Prisão do reitor da UFSC dá duro golpe na imagem da universidade

Raul Sartori

No ar
Pelo que captou-se nas antenas, a operação Ouvidos Moucos, ontem, da Policia Federal, chegou ao reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancelier, porque ele não cooperou com as investigações. Amoucou-se. Se para proteger uns e outros, se saberá, mais cedo ou mais tarde. Em todo caso, sua prisão causou repercussão até internacional. O fato é um duro golpe na imagem da instituição, que está entre as dez melhores do país no Ranking Universitário Folha, que mede a qualidade de ensino, pesquisa e a percepção do mercado em relação à empregabilidade das universidades, entre outros quesitos.

Funcionou?
Será que funcionou o factoide do deputado federal catarinense Mauro Mariani, que em Brasília, segunda-feira, pediu a renúncia de toda a corrupta cúpula nacional do PMDB? Quarta-feira o partido afastou a senadora Kátia Abreu e o ex-ministro Geddel Vieira Lima, por 60 dias. Quanto a Geddel, cada dia longe corresponde a quase R$ 1 milhão (foram R$ 51) que roubou.

Telhado de vidro
Crítico do governo estadual, especialmente quanto a falta de recursos na saúde, o deputado estadual Fernando Coruja (PMDB), que já ocupou o posto de secretário, escapava-se das auditorias do Tribunal de Contas com jeitinhos, digamos assim: no fim de cada ano, para cumprir exigência constitucional que obriga a aplicação de no mínimo 12% no setor (atualmente é 13%), empenhava milhões em despesas, que eram estornados nos primeiros dias do ano seguinte.

Hostil
Raiva, muita raiva do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), foi o que se percebeu em audiência pública na Assembleia Legislativa, para discutir a situação das obras do novo acesso ao Aeroporto Internacional Hercílio Luz. Convidado, não compareceu. Sempre faz assim, com arrogância e má vontade. Por isso não se sabe seu posicionamento sobre o traçado proposto para um trecho que passaria em área de preservação. Caso contrário, que tal o espaço?

Virtual
Depois de 83 anos de circulação, o “Diário Oficial do Estado de Santa Catarina” deixou de existir na forma impressa. Desde o último dia 1º deste mês, só opera na versão eletrônica. Mas bem que poderia melhorar um pouco o visual.

Controles
Ignorando completamente o bem sucedido modelo de apicultura praticado em SC, em que as caixas de abelhas são levadas para as áreas de fruticultura, para a polinização das plantas, os tecnocratas de plantão inventaram uma asneira. Querem impor a Guia de Trânsito Animal (GTA), que já existe para bovinos, caprinos e ovinos, para as abelhas.

De raspão
Um pedido de vista suspendeu, na tarde de terça-feira, o julgamento de inquérito no qual o Ministério Público Federal denunciou políticos do Partido Progressista (PP), entre eles o catarinense João Pizzolatti, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e recebimentos de vantagem indevida decorrente da cobrança de percentuais sobre os valores dos contratos firmados pela Diretoria de Abastecimento da Petrobras, entre 2006 e 2014.

Reparo
Este espaço cometeu uma injustiça: a UFSC, a exemplo da Udesc, também faz ações em prol do meio ambiente. O curso de Oceanografia é um exemplo, por meio de sua empresa júnior, a Tétis, que vem fazendo há algum tempo trabalhos como limpezas de praia e conscientização ambiental. Em parceria com o Instituto Lixo Zero Brasil, entre 23 deste mês a 22 de outubro, realiza o Desafio Oceano Limpo que consiste em limpar a maioria das praias da Ilha de SC. Só com voluntários. Parabéns.

Desrespeito
Tudo tem limites. Nenhum deles foi respeitado na polêmica mostra “Queermuseu”, cancelada em Porto Alegre, com 270 trabalhos de 85 artistas que abordavam a temática LGBT, questões de gênero e diversidade. Uma das “obras” expostas era composta por uma caixa de madeira cheia de hóstias, que no rito católico simboliza o corpo de Cristo. Sobre cada um dos pequenos discos brancos de pão foram escritas palavras obscenas (escatológicas), impronunciáveis aqui.

Teimosia
Só pode ser teimosia extremada a atitude de um casal de Florianópolis que após descumprir horário de check-in no aeroporto, não pode embarcar e perdeu conexão que os levaria ao Rio de Janeiro e dali a Lima, no Peru. Amargou três dias no Galeão para embarcar. Tentou ganhar por danos morais e perdeu em todas as instâncias. Queria o que?

DETALHES
O ex-presidente Lula não se emenda. Antônio Palocci foi seu amigo por 30 anos, e sempre o serviu fielmente. Agora o amigo virou simulador, mentiroso.

Bernardo Rezende, o Bernardinho, uma lenda no voleibol brasileiro, faz a palestra motivacional “Transformando suor em ouro” dia 21, às 20h, no Centrosul, em Florianópolis.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio