Problemas estruturais na rua Guilherme Steffen preocupam moradores

Laudo confeccionado pela empresa ZM aponta que há risco iminente de um acidente grave no local

Problemas estruturais na rua Guilherme Steffen preocupam moradores

Laudo confeccionado pela empresa ZM aponta que há risco iminente de um acidente grave no local

Problemas estruturais na rua Guilherme Steffen, no Steffen, nas proximidades da empresa ZM S.A., têm preocupado os moradores da região. Uma das vigas que sustentam a calçada que fica no lado direito da via, no sentido centro/bairro, está muito próxima de se romper por completo, gerando um grave risco para os pedestres que por ali passam.

A situação fica ainda mais grave porque o asfalto também dá sinais de fragilidade. Um grande buraco, em que é possível enxergar o que há embaixo da via, se abriu próximo ao meio-fio. Como o tráfego é bastante intenso naquele local, principalmente de caminhões, o risco de o asfalto ceder caso um veículo passe muito próximo do buraco é iminente.

Pelo buraco próximo ao meio-fio é possível enxergar o que há embaixo do asfalto | Foto: Bárbara Sales

No início do mês de abril, a empresa ZM fez um laudo de vistoria sobre a situação da rua e encaminhou para a Secretaria de Obras. O documento, assinado pelo engenheiro civil Julio Cesar Marcolla, pede que sejam tomadas providências para evitar acidentes.

O laudo diz que houve alguns deslizamentos de terra em virtude de problemas de infiltrações que ali existem. Os deslizamentos, de acordo com o engenheiro, ocasionaram a desestabilização das fundações do passeio que é de concreto armado, tendo em vista que existia uma depressão no relevo do local.

O problema também foi tema de um pedido de informação encaminhado à Prefeitura de Brusque pelo vereador Jean Pirola (Progressistas). Na resposta enviada ao vereador recentemente, a Secretaria de Obras informa que consultou os históricos da pasta e constatou que este problema é antigo, datado de janeiro de 2015, porém, esta gestão só tomou conhecimento da situação agora.

Calçada é bastante utilizada pelos pedestres | Foto: Bárbara Sales

A pasta também informa que no início do ano houve um rompimento na rede de abastecimento de água do Samae, o que ocasionou o deslizamento de parte da vegetação que cobria a estrutura, agravando o problema.

Contatado por O Município, o secretário de Obras, Ricardo de Souza, diz que o projeto para reparação do problema já está finalizado e que dependendo das condições climáticas, a obra de revitalização no local deve iniciar ainda nesta semana.

“Faremos novas vigas de concreto para a sustentação da rua porque ali foi feita uma estrutura não tão forte como deveria, desbarrancou, houve erosão da água da chuva e está bem perigoso”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio