Produção catarinense de leite cresce e atinge 2,9 bilhões de litros em 2013

Os preços pagos aos produtores este ano foram os melhores dos últimos dez anos

Produção catarinense de leite cresce e atinge 2,9 bilhões de litros em 2013

Os preços pagos aos produtores este ano foram os melhores dos últimos dez anos

Em 2013, a produção de leite em Santa Catarina teve um crescimento de 6,3% em relação ao ano anterior. A produção no estado chegou a 2,9 bilhões de litros, o que corresponde a 8,4% do volume produzido no Brasil. Além disso, os preços pagos aos produtores este ano foram os melhores dos últimos dez anos. Os resultados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca.

Com 80 mil famílias rurais envolvidas, Santa Catarina se destaca como o quinto produtor nacional de leite. A produção está localizada, principalmente, em pequenas propriedades de agricultores familiares, com área total menor que 20 hectares. O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, explica que a produção de leite no Estado está se especializando e, cada vez mais, produtores estão ligados às indústrias inspecionadas em nível municipal, estadual e federal.

Nos últimos quatro anos, a captação de leite entregue às indústrias cresceu 12,8% e, segundo o levantamento do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa) da Epagri, em agosto de 2013, o preço médio recebido pelos produtores catarinenses alcançou o maior preço dos últimos dez anos (R$ 0,96, o litro).

O secretário da Agricultura destaca que, mesmo que as condições climáticas de 2014 sejam boas e a produção de leite aumente, os estoques estão baixos. Isto indica que o preço pago ao produtor no início do próximo ano continuará valorizado. “Para o próximo ano, a expectativa é de que os preços do milho e da soja continuem em níveis mais baixos, fato que contribui para diminuir o custo de produção”, afirma. Rodrigues ainda diz que “em agosto de 2012, eram necessários 45 litros de leite para adquirir 60Kg de milho, principal componente da ração fornecida às vacas de leite, e, em agosto de 2013, bastavam 28 litros para adquirir a mesma quantidade do cereal”.


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio