Produtos inovadores encantam público na 4ª Fairtec

Expositores comemoram as boas negociações feitas durante o evento

Produtos inovadores encantam público na 4ª Fairtec

Expositores comemoram as boas negociações feitas durante o evento

A 4ª edição da Feira Tecnológica da Construção Civil (Fairtec) tem encantado e surpreendido tanto os expositores como visitantes. Com o tema “Inovações Tecnológicas e Sustentabilidade”, os mais de 100 expositores apresentam uma variedade de produtos inovadores, com lançamentos em tecnologia e serviços, indústria e equipamentos em geral.

Os primeiros dias do evento já superou as expectativas da organização e de muitos expositores, que conseguiram fechar bons negócios. Foi o caso da R4 Renováveis, que apresentou o serviço de instalação de placas fotovoltaicas, ou seja, de geração de energia através do sol.

“Fechamos um contrato com a HJ Tinturaria de 1.080 placas que gerarão energia para abastecer a estação de tratamento de efluentes”, revela o diretor comercial, Ruy Tiedje.

Ele ressalta que este negócio deverá virar um exemplo nacional, tanto pela economia de energia como pela sustentabilidade. “Essa tecnologia tem ganhado cada vez mais espaço em residências, empresas e indústrias e com um custo barateado”, diz.

Expositor pela primeira vez, Tiedje aprovou desde os primeiros momentos a feira, pela boa movimentação de pessoas e a curiosidade do público.

A organizadora do evento, Rosângela Andrade afirma que o primeiro dia de feira foi marcado pelo sucesso de visitação e negócios fechados. Além dos estandes, a 4ª Fairtec também realiza desde ontem, palestras com diversos temas.

Ontem foi a vez do palestrante Rodrigo Marin falar sobre “O impacto da impressão 3D no desenvolvimento de projetos”. “Trouxemos uma diversidade de empresas que vão desde móveis, imóveis, decorações até a construção civil”, destaca.

Entre os expositores estão empresas de Brusque e região, Florianópolis, Curitiba (PR) e Rio Grande do Sul. “A Fairtec marcou nome em Brusque e já é um sucesso. Neste ano percebemos um aumento de visitantes e também nas negociações”.

A maior parte do público da feira, segundo Rosângela, são empresários e estudantes. Ontem, por exemplo, alunos do curso de Design de Moda do Senac estiveram no evento para conhecer as novidades do mercado.

Fechaduras eletrônicas
A Meurer Soluções expôs pela primeira vez na feira e levou para os clientes as novidades em fechaduras eletrônicas e biométricas da marca G-Locks. A empresária Taiani Lucena conta que a empresa, que está há quatro anos no mercado, busca aliar segurança com praticidade.

Taiani explica que a tecnologia está sendo muito utilizada, especialmente pelas construtoras, que buscam segurança e estética. “Têm pessoas que acham que essas fechaduras são usadas apenas em prédios, mas muitas residências já aderiram ao sistema, bem como escritórios e empresas”, diz.

As fechaduras eletrônicas funcionam por meio de impressão digital, senhas, cartão de proximidade, tag e controle remoto. Algumas delas trazem ainda um relatório de acesso. “A vantagem, para muitas pessoas que costumam perder chaves, é pelo fato de não precisá-las. Entretanto, existe a chave para casos de emergência”.

Segundo a empresária, as fechaduras são a base de pilhas, que precisam ser trocadas uma vez por ano. “Elas nunca deixarão na mão, pois sempre dão um aviso de que as pilhas estão acabando”, complementa.

Espaço cinema
Dentro da feira, a Cineroom Automação, de Brusque, preparou o “espaço cinema”. No ambiente, de 30 metros quadrados, o visitante pode entrar, sentar e sentir, além de apreciar o ambiente e a decoração do local planejado pela arquiteta Fernanda da Luz Ribeiro.

O empresário Juliano Mafra explica que a ideia foi montar um ambiente com telão aliado à automação. “Pensamos em algo que seja viável para as pessoas terem em casa, como a tendência do projetor com um telão, que traz um grande custo x benefício para o cliente”.

A empresa é responsável por toda a parte de automação da sala, desde a iluminação, áudio e vídeo. Para usufruir do serviço, a empresa ainda criou um aplicativo para smartphone para controle a distância. “É uma questão de comodidade para as pessoas, pois mesmo estando fora de casa, conseguem controlar. Por exemplo, está em viagem e quer acender a luz da sala ou ligar a televisão, é só entrar no aplicativo e fazer. É até um aliado à segurança”.

O empresário afirma que cada vez mais as pessoas buscam pelo conforto e segurança dentro de casa e, com isso, o mercado de automação tem crescido muito. “Em Brusque, por exemplo, temos muitos clientes que buscam por esse serviço”, diz.

A Cineroom, segundo Mafra, será a responsável pelo desenvolvimento da automação de um prédio inteiro no litoral. “Faremos a parte de iluminação e entraremos em contato com os clientes para fazer também a parte de áudio e vídeo”.

Para a execução e finalização do Espaço Cinema, a organização da Fairtec contou com o auxílio de algumas empresas parceiras como: Sanicolor, responsável pela pintura do local; Fabrima, a porta de entrada do espaço; Cineroom, que executou a automação; Diferença Vidros, com a pele de vidro; além da Estofados Ideal, que proporcionou todo o aconchego da sala, com um sofá automatizado. A Euro System, que dividiu o estande com este local inovador, cedeu as paredes acústicas, e a Kaza Móveis ficou com a parte da marcenaria.

Apartamento completo
Dentro do pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof, a Gouveia e Bertoldi Design de Interiores montou um apartamento completo de 120 m², sendo 83 m³ de área comum. “Pegamos o projeto de um cliente que tem o apartamento de duas suítes no Chandon Residence, da construtora KRCon, e montamos aqui”, conta o sócio-proprietário Marcelo Gouveia.

A montagem do espaço começou a ser feita no dia 4 de setembro, segundo o sócio-proprietário Edenilson Bertoldi. O estande traz todos os cômodos do apartamento, mobiliado e decorado. “Queremos mostrar nosso trabalho, pois desenvolvemos desde o projeto até a entrega total do apartamento. Nossos clientes precisam apenas arrumar as malas e se mudarem”, diz Gouveia.

Ele revela que, geralmente, os projetos custam em torno de 50% do valor total do apartamento. “Temos muitos clientes que optam por fazer aos poucos e fizemos esse trabalho também de acompanhamento a longo prazo”.

Os sócios participam desde a primeira edição da feira e iniciaram montando um apartamento de 48 m², depois 56 m², 62 m² e, neste ano, ousaram ao trazer uma ainda maior. “A Fairtec é uma das melhores feiras, pois o retorno de clientes pós-evento é muito bom”, afirma Gouveia.

Serviço
O quê: 4ª Feira Tecnológica da Construção Civil (Fairtec)
Local: Pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof
Quando: Até domingo, 17
Quanto: Entrada gratuita

Programação

15/09 – Sexta-feira

16h – Abertura do pavilhão

19h às 20h – Palestra
Tema: Geração Fotovoltaica no Brasil, usinas centralizadas e geração distribuída (R4 Renováveis)
Palestrante: Ruy Carlos Tiedje

20h30 às 21h30 – Palestra
Tema: Como recuperar seu dinheiro em tempos de crise: o segredo para diminuir a inadimplência (IEPTB-SC)
Palestrante: Sérgio Acy Kollet

22h – Fechamento do pavilhão

16/09 – Sábado

10h – Abertura do pavilhão

19h às 20h – Palestra
Tema: Ética no Trabalho
Palestrante: Lindolfo Weber

22h – Fechamento do pavilhão

17/09 – Domingo

10h – Abertura oficial
19h – Encerramento

Inscreva-se gratuitamente em www.fairtec.com.br/cadastro

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio