Programa estadual concede bolsas de estudo

Prazo para cadastramento vai até dia 16 de março

Programa estadual concede bolsas de estudo

Prazo para cadastramento vai até dia 16 de março

O governo do estado está com inscrições abertas para o Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina (Uniedu), que concede bolsas de estudo e pesquisa em várias universidades catarinenses. O prazo para cadastramento vai até o dia 16 de março. A Unifebe, de Brusque, é uma das instituições cadastradas.

O cadastro socioeconômico deve ser feito pelo interessado no site do Uniedu. São cinco modalidades de bolsas ofertadas: bolsas de estudo e pesquisa do artigo 170, bolsas de estudo e pesquisa do artigo 171 e bolsa do Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional (Proesde).

Segundo o diretor de Educação Superior do governo do estado, Gilberto Agnolin, somente o preenchimento do cadastro pelo aluno não garante a bolsa, devendo atender ainda os editais das instituições de ensino. No caso da Unifebe, o estudante deve também realizar o cadastramento socioeconômico na página do centro universitário na internet.

A assistente social da Unifebe, Flávia de Brito Souza, explica que as informações de renda da família são levadas em conta na concessão das bolsas, tanto de estudo quanto de pesquisa. “Quanto mais carente o estudante, maior a possibilidade de ganhar uma bolsa”, afirma ela. Segundo Flávia, no ano passado quase 300 alunos foram contemplados com bolsas.

No caso das bolsas pesquisas, é preciso que o estudante esteja também cadastrado para a bolsa de estudos. O critério social também é levado em conta. Uma vez que o edital para a modalidade estudo esteja fechado, o de pesquisa e extensão é aberto, afirma a assistente social da Unifebe.

Flávia explica que não há como dar uma estimativa de quantas bolsas serão concedidas, porque depende do valor da mensalidade do curso. O Uniedu funciona assim: o governo do estado repassa um valor para a instituição de ensino superior, que, por sua vez, decide o que fazer com ele. Portanto, quanto mais caras as mensalidades, menos bolsas.

Os percentuais que são oferecidos variam de 70% a 25% do total da parcela da faculdade, conforme o índice de carência. Somente pode ganhar 100% da ajuda financeira estudantes com algum tipo de deficiência.
Programa estadual
O programa do governo do estado visa promover a inserção dos jovens catarinenses na educação superior. Em 2014, o Uniedu teve mais de 60 mil estudantes cadastrados e concedeu mais de 30 mil bolsas.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio