Conteúdo exclusivo para assinantes

Secretaria de Saúde de Brusque finaliza implantação do prontuário eletrônico

Último local a receber o sistema foi o Serviço de Assistência Especializada (SAE)

Secretaria de Saúde de Brusque finaliza implantação do prontuário eletrônico

Último local a receber o sistema foi o Serviço de Assistência Especializada (SAE)

Brusque já tem todas as unidades básicas de saúde utilizando o prontuário eletrônico. A ferramenta faz parte do programa de informatização do Sistema Único de Saúde (SUS), do Ministério da Saúde, e visa facilitar o acesso aos dados médicos dos pacientes em qualquer unidade de atendimento.

De acordo com o secretário de Saúde, Humberto Fornari, a última unidade a receber o sistema no município foi o Serviço de Assistência Especializada (SAE) e, agora, a rede conta com 100% das unidades de saúde utilizando a ferramenta.

A ideia do Ministério da Saúde ao implantar o prontuário eletrônico é ter um sistema nacional digitalizado com todas as informações dos pacientes que usam serviços de atenção básica do SUS.

Fornari destaca que esta é uma ferramenta importante, e que deve facilitar muito o atendimento. “É uma ótima forma de guardar os dados dos pacientes. Tivemos um exemplo que foi a situação com a unidade de saúde do Nova Brasília durante a enxurrada. Lá, a implantação do prontuário estava bem no início, por isso, perdemos muitos dados em papel, o que não acontece com o prontuário eletrônico”.

Desde o dia 22 de setembro está em vigor a Nova Política Nacional de Atenção Básica. O texto traz várias mudanças, entre elas, a que o usuário poderá escolher qualquer unidade de saúde para ser atendido. Fornari diz que isso pode acontecer, já que todas as unidades básicas de saúde do município já têm o prontuário eletrônico, porém, a orientação da Secretaria de Saúde é que o paciente permaneça, sempre, na sua unidade de referência.

“Se o paciente chega em alguma unidade de saúde com uma receita e o médico fez essa inscrição no prontuário eletrônico, ele poderá pegar a medicação, como insulina, remédio pra pressão. A nossa recomendação é que os médicos atuem dessa maneira, sempre informando os dados no prontuário”.

A intenção do Ministério da Saúde é de que, no futuro, todas as cidades do país estejam interligadas pelo prontuário eletrônico, possibilitando que um morador de Brusque, por exemplo, possa se consultar em uma unidade de saúde de Porto Alegre, com todos os seus dados à disposição. “A rede está sendo organizada para que isso aconteça. Se o prontuário for constantemente atualizado, ficará bem mais fácil, quem sabe um dia isso se torne realidade”.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio