Quadrilha de assaltantes é presa em Brusque

Um homem, uma mulher e uma adolescente foram detidos depois de assalto a supermercado no bairro Guarani

Quadrilha de assaltantes é presa em Brusque

Um homem, uma mulher e uma adolescente foram detidos depois de assalto a supermercado no bairro Guarani

As Polícias Civil e
Militar de Brusque, com a participação da Central de Operações Policiais de
Curitiba, prenderam na noite desta sexta-feira, 22 de junho, Orlando Lazaro da Silva, 35
anos, Juliane Aparecida Siqueira, 23 anos e uma adolescente de 14 anos, depois
que os três assaltaram o supermercado Carol do bairro Guarani.

De acordo com
informações do delegado da Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Brusque,
Alex Bonfim Reis, na tarde de ontem policiais de Curitiba entraram em contato
com a DIC para informar a possibilidade da ocorrência de um crime na cidade,
mas não tinham muitos detalhes.

A polícia descobriu que
o crime em questão seria um roubo ao supermercado Carol e armou um cerco. Eles
seguiram o veículo onde estariam quatro suspeitos, um GM/Corsa, placas AIR 7324
de Pinhais (PR) até a igreja do Guarani, onde o carro parou e desceram duas
mulheres e um homem.

O motorista do carro foi
rendido pelos policiais e confirmou o roubo. Eles então aguardaram a saída dos
outros bandidos para a fuga, mas os três assaltantes acabaram fugindo pelos
fundos do estabelecimento, levando um furgão Fiat/Ducato do supermercado.

Na sequência, o homem
que já estava sob custódia da polícia disse que as duas mulheres estariam esperando
que ele fosse buscá-las na lanchonete Tropical Lanches. Os policiais foram até
o local e continuaram acompanhando as duas mulheres. Elas foram detidas quando
se preparavam para ir embora do local. O quarto envolvido conseguiu fugir e
ainda não foi localizado.

 

Violência

 

Uma das funcionárias do
supermercado, que não quis ser identificada, relatou que o homem que praticou o
assalto estava armado. Ela contou ainda que para forçar o gerente a abrir o
cofre eles colocaram nele uma espécie de “cinto” ou “colete”, que disseram
conter explosivos.

Como o gerente não sabia
abrir o cofre, ligou para que a funcionária fosse até o local. Lá ela abriu o
compartimento e os três assaltantes levaram tudo que havia no cofre. Depois do
roubo, eles amarraram as vítimas e as deixaram em um depósito.

 

Prisão


Orlando Lazaro da Silva
será encaminhado para a Unidade Prisional Avançada (UPA) DE Brusque e Juliane Aparecida
Siqueira segue para o Presídio de Tijucas.

Sobre a adolescente, o
delegado Reis afirma que está tentando entrar em contato com o Ministério
Público para definir qual será o destino da garota, uma vez que uma decisão
judicial impede que menores permaneçam na Delegacia da Comarca de Brusque.

– Caso não seja
encontrada hoje uma vaga em algum CIP (Centro de Internação Provisória) de uma
cidade próxima é provável que a adolescente seja liberada – declarou.  

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio