Radares de rodovias federais de Santa Catarina voltam a funcionar

Limitação orçamentária do governo federal foi o responsável pela paralisação temporária, diz Dnit

Radares de rodovias federais de Santa Catarina voltam a funcionar

Limitação orçamentária do governo federal foi o responsável pela paralisação temporária, diz Dnit

Desligados desde o início de novembro, os radares das rodovias federais de Santa Catarina foram reativados na última semana.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) afirma que a limitação do orçamento por parte do governo federal foi o responsável pela paralisação temporária. No entanto, o problema está resolvido.

As empresas que fazem manutenção dos radares trabalham por meio de contrato emergencial desde o início do ano, quando encerrou o contrato inicial. O andamento da nova licitação depende de julgamento de ações na Justiça, já que empresas que participaram do certame entraram com recursos.

“O Dnit havia suspendido o funcionamento de parte de seus 3.005 radares de velocidade instalados nas rodovias federais, inicialmente por questão de restrição orçamentária, já resolvida. Foram mantidos os redutores instalados nas travessias urbanas, que são aqueles com display que mostra a velocidade ao passar pelo equipamento. Assim, a maior parte dos radares de velocidade continuava funcionando”, disse o órgão, em nota.

Veja os pontos em que os radares foram reativados:

BR-470 – entre o Vale do Itajaí ao Litoral Norte
BR-282 – Oeste do estado
BR-280 – acesso a São Francisco do Sul
BR-101 – trecho Sul, entre Palhoça e o Rio Grande do Sul

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio