Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Rodovias de chão batido constam como pavimentadas em sistemas do governo de SC

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Rodovias de chão batido constam como pavimentadas em sistemas do governo de SC

Raul Sartori

GPS que engana
O sistema de navegação por satélite GPS vem aprontado em SC, não por sua culpa. Os deputados estaduais Osmar Vicentini (União) e Silvio Dreveck (PP) reclamam da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, para que atualize o perfil das rodovias de SC nos mapas e sistemas de informação digital. Motoristas de diversas partes do estado têm relatado que frequentemente são induzidos ao erro ao acessar trechos viários que erroneamente constam como pavimentados e em boas condições e o que encontram é chão batido e muita poeira, como no trecho entre Botuverá e Vidal Ramos e a ligação entre Canoinhas e Irineópolis, em direção a Caçador. Ambas constam como asfaltadas.

Centrão agindo
O “Estadão” informa que caciques do Centrão decidiram atuar pela advogada catarinense Ana Blasi para a vaga do Tribunal Regional Federal-4, considerado “sensível” pelo grupo por ter sido o da Operação Lava Jato. O chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, manifestaram a preferência a Jair Bolsonaro. Ciro e Lira defendem que Blasi tem perfil mais alinhado ao do presidente e que Bolsonaro deixaria um legado ao indicar uma mulher catarinense ao posto. Além disso, a veem como garantista. A indicação gerou uma disputa interna no governo. O gaúcho Marcelo Bertolucci é apoiado, entre outros, pelo ex-ministro Onyx Lorenzoni.

Comandos
Prefeitos de várias regiões de SC, em especial os de cidades médias e grandes, estão na maior excitação política. Esperam que os principais candidatos ao governo estadual os convidem para coordenarem as respectivas campanhas em suas cidades ou regiões. Carlos Moisés fez o primeiro convite em tal sentido para o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli.

Condenação geral
Os radares deste espaço não captaram nenhuma palavra, na grande mídia, a favor da juíza catarinense no caso da menina de 11 anos, que tentou, e foi impedida, de fazer valer os seus direitos e realizar o aborto legal, como preconiza o artigo 128, II do Código Penal.

Festas no campus
Registro feito da tribuna da Assembleia Legislativa pelo deputado Bruno Souza (Novo), confirmando o horror sentido por pessoas que transiram por lá nos finais de semana: centenas de jovens e adolescentes organizam festas no campus da universidade de sexta-feira a domingo. Nada demais se não houvesse baderna, algazarra e muito fedor, que chega a afetar o olfato de pacientes do Hospital Universitário.

Conflito
Tende a causar barulho projeto do Executivo estadual enviado ao Legislativo, que deu início à sua tramitação: institui o Serviço Militar Estadual Temporário (Semet), que estabelece um corpo de militares da PM e dos bombeiros em caráter temporário.

BC “tokenizada”
Balneário Camboriú será a primeira cidade da América Latina a ter sua própria criptomoeda via sistema token, o BC Token, que deve entrar em circulação até setembro. Idealizado pela Wayne Soluções Digitais, trata-se de um ativo digital não controlado pelo governo que permite pagamentos on-line e presencial, e o envio instantâneo de dinheiro para qualquer lugar do mundo a baixo custo usando apenas o seu celular.

Chapecoense
O capítulo mais recente da novela em que se transformou o acidente aéreo vitimando a equipe da Chapecoense na Colômbia em 2016: o Ministério Público Federal em Chapecó formulou novo pedido de tutela provisória na ação civil pública que busca uma justa indenização para os familiares e vítimas. Na petição, protocolada terça-feira, argumenta que estas não podem arcar com todo o ônus do tempo da ação judicial, iniciada ainda em 2019, mas que deve ainda tramitar por vários anos. Requer o bloqueio eletrônico de valores das empresas rés sediadas no Brasil, no valor de R$ 113,5 milhões, com o subsequente depósito em conta judicial, visando a imediata destinação em favor das vítimas sobreviventes ou seus sucessores.

Piso dos enfermeiros
A deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania-SC) foi escolhida como relatora de comissão especial do Congresso Nacional que vai analisar a Proposta de Emenda à Constituição 11/22, que determina que uma lei federal instituirá pisos salariais nacionais para o enfermeiro, o técnico de enfermagem, o auxiliar de enfermagem e a parteira. Carmen quer que a PEC seja votada antes do recesso parlamentar de julho.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo