Recicle solicita aumento de 6,4% na taxa de lixo em Brusque

Solicitação de reajuste está sendo analisada pela Agir, responsável pela aprovação do pedido

Recicle solicita aumento de 6,4% na taxa de lixo em Brusque

Solicitação de reajuste está sendo analisada pela Agir, responsável pela aprovação do pedido

A Recicle encaminhou à Agência Intermunicipal de Regulação Controle e Fiscalização de Serviços Públicos Municipais do Médio Vale do Itajaí (Agir) pedido para aumentar a tarifa de lixo de Brusque em 6,4%. A solicitação está em análise pela Agir, mas se aprovada a taxa de coleta de lixo aumentará dos atuais R$ 21,36 para R$ 22,70.

O pedido de reajuste da tarifa de lixo cobra pela Recicle em Brusque foi feito no dia 15 de janeiro para a Agir – que regulamenta atividade. De acordo com o diretor geral, Heinrich Luiz Pasold, a agência de regulação está avaliando a situação. “Nós encaminhamos para o departamento jurídico e para o financeiro para analisar se tudo está de acordo. O que eles estão pedindo é 6,4%, a inflação acumulada dos últimos 12 meses”, afirma.

Segundo Pasold, o reajuste é normal nesta época do ano e está previsto no contrato que foi assinado em 2003 entre a Recicle e a prefeitura de Brusque. No ano passado, o aumento da tarifa de lixo foi um pouco maior, 6,75%. Segundo o diretor geral da Agir, até o fim da semana o pedido será analisado e deverá ser aprovado ou não. “Por enquanto, ainda não está definido se vai ter aumentou ou não”, esclarece.

Comparação

Brusque tem uma das tarifas de lixo mais caras de toda a região. Em Gaspar, o serviço de coleta é cobrado conforme o número vezes que o caminhão passa na residência. Por isso, o valor pode variar de R$ 5,47 a R$ 32,81. O valor médio, contudo, é de R$ 16,41, com três coletas semanais, conforme o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). Por lá, contudo, já foi aprovado um aumento que entrará em vigor em março, elevando a taxa para R$ 17,84.

Já em Blumenau, o valor normal para a categoria residencial é de R$ 12,48 – segundo a Odebrecht Ambiental -, bem abaixo do cobrado por aqui. Na vizinha Guabiruba, que também é atendida pela Recicle, o valor cobrado é de R$ 20,33. A reportagem tentou contato com a gerente da Recicle, Sulamita Lemos, para saber quais fatores influenciam no preço da tarifa de lixo, mas não obteve resposta.

Município / Tarifa

Blumenau – 12,48
Gaspar – 16,41
Brusque – 21,36
Guabiruba – 20,33
Força de lei

A Agir passou a ser responsável por fiscalizar os serviços municipais de manejo de resíduos sólidos, abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana e drenagem e manejo das águas pluviais urbanas por força de lei federal. Os 14 municípios da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi) integram a agência. O prefeito Paulo Eccel é vice-presidente da Agir.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio