Conteúdo exclusivo para assinantes

Polícia Militar deverá receber reforço para atuar na 32ª Fenarreco

Comando do 18º Batalhão solicitou auxílio de mais policiais, além da cavalaria

Polícia Militar deverá receber reforço para atuar na 32ª Fenarreco

Comando do 18º Batalhão solicitou auxílio de mais policiais, além da cavalaria

A Polícia Militar de Brusque deverá receber na próxima semana um reforço no efetivo de, aproximadamente, 20 soldados. Eles integrarão a equipe que atuará diretamente na 32ª edição da Festa Nacional do Marreco, a Fenarreco. O projeto de policiamento para este ano tem como objetivo principal a prevenção de furtos e arrombamentos de veículos.

O comandante do 18º Batalhão da PM, tenente-coronel Moacir Gomes Ribeiro, afirma que, somente com o efetivo do município não há condições de realizar um trabalho de excelência no evento.

“Já solicitamos o reforço ostensivo e da cavalaria para este ano. Porém, ainda não está aprovado se virá ou não o que pedimos, pois isso precisa passar por um estudo pelo comando-geral”.

Segundo Gomes, a presença da cavalaria é importante pelo perfil de atuação. “A visibilidade é muito maior, pois o policial pode ver por cima do cavalo e com isso tem a possibilidade de prevenção maior” diz. Além disso, como o policial montado pode ser visto de longe, faz com que as pessoas com má intenção repensem antes de agir.

O policiamento diferenciado deverá atuar, especialmente na avenida Beira Rio e estacionamentos ao redor do pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof. “Para nós, a cavalaria tem essa simbologia muito forte em relação a prevenção, até mesmo pela força do próprio animal”, comenta o comandante.

Barreiras
Além do policiamento ostensivo durante a festa, a Polícia Militar realizará barreiras policiais nas imediações do pavilhão. A intenção é inibir o furto de veículos dos participantes da Fenarreco. “Queremos manter a segurança e proporcionar às pessoas momentos de alegria e diversão, sem preocupação”, diz.

O comandante ressalta que serão abordados motoristas que apresentarem sinais de embriaguez ao volante. “Nosso objetivo não é fazer um pente fino, mas impedir que alguém que não esteja em condições assuma um volante”.

As barreiras devem ocorrer, principalmente nos dias com maior presença de público e que vão até de madrugada, ou seja, quinta-feira, 12, que será feriado, nas quintas, sextas e sábados. “Vamos atuar não somente na parte preventiva e trânsito, mas também dentro do pavilhão e nas imediações da festa, com policiamento a cavalo, velado e ostensivo”, informa o tenente-coronel.

Ele frisa que, com o reforço no efetivo, terá condições de fazer um policiamento competente. “Assim faremos com que a festa continue com a marca histórica de segurança que temos em estatísticas, para manter a tranquilidade e, com isso, atrair mais turistas, o que é bom para o município em diversas áreas”.

 

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio