Reforma do Parque Leopoldo Moritz está perto do fim

A expectativa do DGI é de reinaugurar, ao mesmo tempo, o parque e o teleférico

Reforma do Parque Leopoldo Moritz está perto do fim

A expectativa do DGI é de reinaugurar, ao mesmo tempo, o parque e o teleférico

Depois de uma série de liminares e processos judiciais que impediram o fechamento do Parque Leopoldo Moritz, a prefeitura conseguiu interditá-lo para intensificar as reformas no final de agosto. Dois meses depois, as obras de revitalização estão na reta final, segundo o Departamento Geral de Infraestrutura (DGI).

Atualmente, os cerca de 12 funcionários trabalham na colocação de gramas, meios-fios e lajotas e na reconstrução da ponte do lago principal. Depois, também serão colocadas grades ao redor dos dois lagos secundários para impedir que as crianças caiam na água.

Antes dessas etapas, os banheiros, o avião North American T6-D – exposto na entrada -, as mesas e cadeiras, os brinquedos e a fiação de luz já haviam passado pela revitalização. O DGI também instalou um novo parquinho com cinco torres.

A expetativa do departamento é de reinaugurar o parque juntamente com o teleférico – que liga os parques Leopoldo Moritz e Zoobotânico. Para isso, o teleférico também recebe os ajustes finais. Até agora, os pisos das duas torres e a viga de sustentação foram reconstruídas, o acionamento elétrico foi reformado e as cadeiras ganharam um dispositivo de segurança semelhante ao utilizado nos parques de diversões – fecham no peito do passageiro. O objetivo é garantir a segurança dos visitantes.

“Nós queremos terminar toda a reforma do teleférico com o parque da Caixa d’água. Nós temos uma data interna para a abrir os locais, mas não podemos passar porque não é oficial, estamos um pouco calejados com a questão de prazos, mas temos expectativa de concluir as obras em um curto período de tempo”, afirma o diretor do DGI, Artur Antunes.

Em matéria veiculada na edição de 9 de outubro do jornal Município Dia a Dia sobre a reforma do teleférico, o superintendente do Parque Zoobotânico de Brusque, Vilson Moresco, garantiu que até o fim deste ano o teleférico será reinaugurado.

O aparelho parou de funcionar no final de 2007 e está em manutenção há quatro anos 2010. Desde lá, 11 prazos de ativação não foram cumpridos. Os três últimos em junho, agosto e outubro de 2014. Foram investidos mais de R$ 400 mil na reforma do teleférico, destes, R$ 200 são provenientes de uma emenda do deputado federal Décio Lima e o restante de recursos municipais.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio