Remanejamento de recursos no orçamento da prefeitura gera discussão na Câmara

Parlamentares questionaram retirada de recursos do Caps e para construção da clínica veterinária pública

Remanejamento de recursos no orçamento da prefeitura gera discussão na Câmara

Parlamentares questionaram retirada de recursos do Caps e para construção da clínica veterinária pública

A Câmara aprovou nesta terça-feira, 26, projeto de lei no qual a Prefeitura de Brusque promove alterações no orçamento deste ano, remanejando recursos em diversas áreas, num valor total de R$ 11 milhões.

Apesar da aprovação, houve discussão na tribuna sobre a forma que o governo utilizou para remanejar os recursos.

O vereador Marcos Deichmann (PEN) destacou o fato de que foram retirados do orçamento os R$ 400 mil previstos para a construção de uma clínica veterinária pública, assim como R$ 340 mil remanejados do Caps para outras áreas.

“Creio que tirar todo o recurso destinado a uma questão de saúde pública é meio complicado”, ponderou o parlamentar, o qual solicitou adiamento da votação para que a questão pudesse ser melhor analisada.

O pedido, entretanto, foi rejeitado pela base do governo.

Quem também discursou sobre o assunto foi o vereador Claudemir Duarte, o Tuta (PT), o qual também reclamou da falta de diálogo do Executivo na hora de fazer alterações no orçamento.

“Acho que deveria ter sido feita uma conversa mais ampla sobre esta situação, e não a retirada de 100%”, disse.

O vereador Paulo Sestrem (PRP), por sua vez, questionou como o governo irá tratar a questão dos animais de rua, assim como do Caps, se não há mais previsão orçamentária para tal.


CURTAS

Paulo Sestrem (PRP) solicita que a prefeitura promova estudos com objetivo de implantar lombadas eletrônicas em três pontos do Loteamento Emma II. Afirma que há excesso de velocidade no local;

Ele também apresentou outra indicação na qual solicita que a rua Gustavo Imhof, no bairro São Pedro, seja incluída no programa de pavimentação por adesão, visto tratar-se de uma das poucas vias do bairro que ainda não possuem pavimentação;

Leonardo Schmitz (DEM) pede que a prefeitura realize operação tapa-buracos em toda a extensão da rua Nicolau Lauritzen, no bairro Guarani. Afirma que isso é necessário para um tráfego mais tranquilo no local;

Marcos Deichmann (PEN) solicita ao governo municipal que instale uma travessia elevada na rua Ernesto Appel, próxima à saída da rua Egon Appel, no bairro Azambuja. A medida se faz necessária com urgência, segundo ele, devido aos vários casos relatados pela comunidade, nos quais crianças quase foram atropeladas nos horários de entrada e saída das aulas.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio