Renato Munhoz é eleito presidente da OAB de Brusque

Paulo Brincas foi votado por 66% do eleitorado em Santa Catarina; Marcão será presidente da Caasc

Renato Munhoz é eleito presidente da OAB de Brusque

Paulo Brincas foi votado por 66% do eleitorado em Santa Catarina; Marcão será presidente da Caasc

Foram definidos ontem os presidentes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nas esferas municipal e estadual. Em Brusque, Renato Munhoz foi eleito em chapa única com 324 votos, o que representa 83, 94% dos votos válidos. Juntamente ao vice Eduardo Koerich Decker, ele assume o mandato em 2016.

Entre as principais metas do novo presidente, está cobrar efetividade da prestação jurisdicional, no que se refere à morosidade do Judiciário, formulando sugestões e soluções práticas para contribuir com a celeridade dos processos. Ele também quer continuar a valorização da advocacia, fortalecendo a subseção de Brusque e defendendo as prerrogativas frente aos poderes constituídos e órgãos públicos.

Além disso, Munhoz afirma que buscará recursos junto à seccional para mobiliar e modernizar as salas da OAB e lutará pela instalação de mais Varas na Comarca de Brusque.

Paulo Brincas (à esq.) é o novo presidente da OAB em Santa Catarina. Tullo Cavallazzi Filho (à dir.) ocupará vaga no Conselho Federal / Foto: All Press Comunicação Estratégica Divulgação
Paulo Brincas (à esq.) é o novo presidente da OAB em Santa Catarina. Tullo Cavallazzi Filho (à dir.) ocupará vaga no Conselho Federal / Foto: All Press Comunicação Estratégica Divulgação

Já em Santa Catarina, o advogado Paulo Marcondes Brincas foi eleito com 66% dos votos, superando o candidato da oposição, Adriano Zanotto. Ele e o vice Luiz Mário Bratti assumem o cargo no dia 1º de janeiro para um mandato de três anos.

A presidência da Caixa de Assistência dos Advogados (Caasc) será ocupada pelo brusquense Marcus Antônio Luiz da Silva, o Marcão, atual vice-presidente da seccional. Tullo Cavallazzi Filho, atual presidente da OAB do estado, irá ocupar vaga no Conselho Federal.

A diferença de votos foi a maior registrada na história dos pleitos da OAB-SC: 12.819 a 6.455. Brincas também venceu em 82% das subseções – inclusive nos maiores colégios eleitorais, como Joinville, Criciúma, Itajaí, Chapecó, Balneário Camboriú e Brusque.

O novo presidente da OAB do estado afirma que sua prioridade é dar continuidade ao trabalho de conquistas obtidas por Cavallazzi Filho (atual dirigente) nos últimos três anos, como o pagamento da dívida de R$ 100 milhões aos defensores dativos e a defesa firme das prerrogativas dos advogados.


Quem não votou

O advogado que não compareceu para votar ontem, terá até o dia 31 de janeiro de 2016 para justificar formalmente à OAB-SC a ausência, sob pena de multa no valor 20% da anuidade. Com o requerimento, deverá ser apresentado documento comprobatório da alegação.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio