Residencial Imigrantes de Karlsdorf é inaugurado

Condomínio fica na Travessa Dom Joaquim e beneficia 192 famílias pelo programa Minha Casa, Minha Vida

Residencial Imigrantes de Karlsdorf é inaugurado

Condomínio fica na Travessa Dom Joaquim e beneficia 192 famílias pelo programa Minha Casa, Minha Vida

Na sexta-feira, 21, a prefeitura de Brusque entregou o Residencial Imigrantes de Karlsdorf. Localizado na Travessa Dom Joaquim, bairro Cedrinho, o condomínio faz parte da categoria 2 do programa Minha Casa, Minha Vida, voltado a famílias que ganham de três a seis salários mínimos.

O residencial tem 208 apartamentos. Desses, 192 foram reservados aos inscritos no programa do governo federal. O condomínio compreende 13 blocos de apartamentos com 16 unidades por bloco e cada apartamento tem uma vaga de garagem. O empreendimento possui 19.120,00m² e terá 10.144,80m² de área construída, incluindo guarita, salões de festa e quiosques com churrasqueira, playground, academia, praça de convivência e uma quadra.

A construção do residencial iniciou em 2012 e foi executada pela construtora Città, a mesma que construiu o Residencial Sesquicentenário, no bairro Limeira. O custo total da obra foi de aproximadamente R$ 13 milhões.

A secretária de Assistência Social e Habitação, Mirella Zucco Muller, ressalta a importância da conclusão de mais esse residencial. “Acredito que estamos cumprindo o nosso papel. Todo cidadão tem direito a moradia com qualidade e segurança. É para isso que estamos trabalhando. Moradia é essencial. Estamos fazendo o possível para cumprir o que está em nosso plano de governo quanto a isso”, diz.

A secretária de Governo e Gestão Estratégica, Patrícia Freitas, ressalta as dificuldades de viver em comunidade. “A emoção de cada um é um pouco da nossa também. Cada vez que conseguimos chegar na comunidade e entregar um compromisso firmado, nos dá uma sensação de dever cumprido. Que esse espaço seja de muito amor, paz, e felicidade. Hoje, muito se fala dos residenciais, mas sem viver a prática dele. Viver aqui é aprender a lidar com as diferenças e tenho certeza que vocês vão conseguir”.

O prefeito Paulo Eccel afirma que o plano da prefeitura é entregar mais moradias até o fim deste mandato. “Nossa meta é até o fim de 2016 fazer mais mil unidades do programa Minha Casa, Minha Vida”.
“Sonho realizado”

A operadora de supermercado Raquel de Souza Guimarães, 46 anos, recebeu a chave de sua casa própria na sexta-feira. Natural de Ivaiporã, no Paraná, ela e a família estão em Brusque há quatro anos, sempre morando de aluguel. “Moro no Águas Claras e pagamos R$ 600 de aluguel. Por sorte, o dono da casa é muito bom, e não aumentou o valor como os outros. Aluguel em Brusque é muito caro”.

A partir do dia 12, ela e a família poderão se mudar para o apartamento 203, no bloco 11, do Residencial Imigrantes de Karlsdorf. A prestação de sua casa própria, inicialmente será de R$ 500. “Estou realizando um sonho. Eu vim de longe e nunca imaginei que em tão pouco tempo conseguiria minha própria casa. Passa um filme pela minha cabeça. Só tenho a agradecer muito”, diz.

Seu apartamento e dos demais beneficiados têm uma área privativa de 46,96m², sendo 40,36m² de área útil, uma sala de jantar/estar, cozinha, área de serviço, banheiro e dois quartos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio