Conteúdo exclusivo para assinantes
Pe. Adilson José Colombi

Professor e doutor em Filosofia - padreadilson@omunicipio.com.br

Revisão da vida

Pe. Adilson José Colombi

Professor e doutor em Filosofia - padreadilson@omunicipio.com.br

Revisão da vida

Pe. Adilson José Colombi

A sociedade e a cultura atuais nos convidam, a todo instante, a viver o momento presente. Viver do imediato. Possivelmente, não dar tanta importância à continuidade. Pois, a própria cultura vive da fragmentação, dos instantes, dos momentos. Esses passam. E com que rapidez! Vai-se a “caça” de outros momentos, outras sensações instantâneas. Alguns até proclamam aos quatro ventos: “Não há felicidade! Há momentos felizes!”. Assim, vai se construindo uma vida feita de “momentos”. Não há uma preocupação ou, melhor dizendo, uma ocupação com a continuidade de um projeto de vida. Isto é, com um desenvolvimento, um crescimento na qualidade do viver. Contenta-se com o provisório, com efêmero, com passageiro, com perecível.

Para quem quer viver a proposta da Boa Nova do Reino, como cristão (ã), este estilo de vida não lhe traz a verdadeira satisfação de vida. Ao contrário, tira-lhe a força própria da Proposta de Vida do Evangelho, roubando-lhe a capacidade de transformação e de renovação constante na maneira de viver. A espiritualidade cristã, ao longo de toda a sua História, sempre apresentou como um instrumento muito apreciado, para resolver essa fragmentação da vida: a revisão de vida. Os santos e as santas sempre se serviram dela, para justamente, aperfeiçoar seu modo de seguir o Mestre Jesus e, assim, realizarem-se como pessoa humana e viverem sua vocação fundamental: a vocação à santidade. Essa prática, sem dúvida, é válida ainda em nossos dias.

Mas, o que vem a ser a revisão de vida? Bem, é bom não confundi-la com o também útil e necessário “exame de consciência”. Este é um olhar mais voltado para a consciência, para perscrutar o valor moral de nossas ações, nossas atitudes. Já a revisão de vida é principalmente um olhar dirigido à vida que se está levando, a fim de contemplar a presença da Pessoa e da Proposta de Vida do Mestre Jesus e como tudo isso se faz presente, no dia a dia do meu viver, em todos os diferentes ambientes socioculturais que frequento.

Não é, portanto, apenas, um controle de resoluções, de opções, de comportamento. Ou, um modo de personalizar minhas atividades. É, sobretudo, uma nova visão (re+ver = ver de novo) de minha vida. Mas, com um olhar diverso daquele onde só uso meus sentimentos e minha inteligência. Em outras palavras, com o olhar da fé. Então, entra no olhar sobre a vida, um elemento que não é puramente humano: a fé. A dimensão da fé dá a minha vida a dimensão do Infinito. Ela tira-me do fechamento em si, abre-me para a vida com Deus e com o outro.

Os acontecimentos do dia a dia não são “átomos”, instantes estanques, mas a matéria-prima de revisão de vida. De fato, eles são a ocasião que a vida me proporciona para aceitar os convites que o Mestre Jesus me faz, constantemente, para colaborar com Ele na construção de um mundo novo, por meio da vivência de sua Proposta de Vida. Saber olhar de novo a vida, todos os dias ou, ao menos, de vez em quando, além de superar uma vida atomizada, fragmentada, auxilia-me a dar continuidade a um projeto de vida que me leva a realização dos dons pessoais que são meu grande patrimônio, recebido do Criador e Pai, que um dia terei que prestar contas de como me servi dele.

Deus pelos acontecimentos diários vai fazendo seus convites para ser seu parceiro nesta grande empreitada de construir um mundo sempre mais justo, solidário e fraterno. Eles são o sinal de Deus que me chama. Para isso tenho que compreender sua linguagem para estabelecer um diálogo frutífero, para familiarizar-se com sua maneira de pensar e de agir, seu modo de viver. Para tanto, necessito sempre mais de conhecer sempre mais a fundo a Proposta de Vida, trazido por Jesus. Com efeito, será ela que vai ser o meu guia na condução da revisão de vida. Isto é, se meus pensamentos, gestos, palavras, atitudes, opções tiveram como inspiração os valores do Reino de Deus. Por isso para que minha revisão de vida seja bem sucedida, necessito frequentar com assiduidade a Palavra de Deus, sobretudo, o Evangelho.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio