Riscos de deslizamentos em Brusque preocupa Defesa Civil

Até neste domingo, 21, não havia nenhum chamado, mas devido ao solo saturado, ainda há riscos

Riscos de deslizamentos em Brusque preocupa Defesa Civil

Até neste domingo, 21, não havia nenhum chamado, mas devido ao solo saturado, ainda há riscos

A chuva do fim de semana deixou toda a região em alerta. Em Brusque, a Defesa Civil está de sobreaviso, mas, felizmente, até o momento não recebeu nenhum chamado. O monitoramento dos agentes permanecerá durante a segunda-feira, 22, nas áreas com riscos de deslizamentos. Segundo o agente da DC, Edevilson Cugiki, o solo está muito saturado e demora para drenar toda a água, por isso é necessário atenção.

Cugiki ressalta que o rio em Botuverá chegou a subir durante a madrugada deste domingo, 21, e em Brusque, o nível chegou aos 4 metros, mas não saiu da calha.

Segundo a Defesa Civil do estado, a chuva acumulada em Brusque nas últimas 48 horas – da manhã de sábado até a manhã deste domingo -, foi de 81 mm.

O bairro com maior volume de água nas últimas 24 horas foi o Cedro Alto (27,2 mm), seguido do Zantão (25,6 mm), Dom Joaquim (19,4 mm), Primeiro de Maio (18,8 mm), Limeira (18,4 mm), Bateas (16 mm), Guarani (15,6 mm), São Pedro (15,4 mm) e, Centro (8,6 mm).

Durante o fim de semana a temperatura também diminuiu bastante, com sensação bem gelada, devido a umidade, e assim deverá permanecer durante a semana.

A neve também voltou a cair no estado, e a Serra Catarinense registrou a queda dos flocos na manhã deste domingo, 21, nas cidades de Urubici e São Joaquim.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio