Rodízios de pizza apostam em novidades para afastar crise em Brusque

Queda na procura pelo serviço foi de até 30% neste ano; chegada do frio promete colaborar com retomada

Rodízios de pizza apostam em novidades para afastar crise em Brusque

Queda na procura pelo serviço foi de até 30% neste ano; chegada do frio promete colaborar com retomada

Os rodízios de pizza de Brusque criam estratégias para driblar a crise e conseguir manter os clientes. A inclusão de novos pratos é um dos principais diferenciais das empresas que oferecem o serviço.

Na Italianinha Restaurante e Pizzaria houve a queda na procura pelo rodízio. Em cerca de um ano, o declínio foi de 30%. O proprietário Leonir Ângelo Slaifer diz que os clientes que frequentavam duas vezes na semana passaram a ir uma e os que iam duas vezes no mês também estão indo menos.

Para alavancar o serviço e conseguir manter a clientela, a pizzaria apostou, no que Slaifer chama de um rodízio classe A. Por R$ 29,90 é oferecido o rodízio de pizza com cerca de 35 sabores, e um de carnes nobres – são mais de 12 tipos diferentes, que incluiu alcatra, picanha, entre outras. Também são disponibilizados 40 pratos quentes e frios, de saladas, massas, tábuas de frios.

Além de refrigerante à vontade, Cako disponibiliza buffet de pizzas doces aos clientes / Foto: Divulgação
Além de refrigerante à vontade, Cako disponibiliza buffet de pizzas doces aos clientes / Foto: Divulgação

“As pessoas estão inseguras com a crise política do Brasil, mas criamos essa estratégia e percebemos que tem despertado o interesse. A novidade chama a atenção”. Ele ainda diz que o diferencial não é suficiente para atrair novos clientes, porém, mantém os que já são. “Conseguimos fazer o giro e continuamos com movimento”.

Oferecer algo a mais

A Cako Pizzas e Massas também buscou novidades. Após uma queda de 20% no rodízio no começo deste ano, em comparação com 2015, o proprietário Misael Soppa decidiu agregar ao rodízio de pizzas (40 sabores), um buffet de massas e saladas, um buffet de pizzas doces (15 sabores) e bebidas à vontade (refrigerantes e água sem gás).

O rodízio completo custa R$ 37,90 de terça a quinta-feira e R$ 39,90 de sexta-feira a domingo.

O movimento melhorou e já foi possível restabelecer os 20% que havia perdido no início do ano. “Precisamos oferecer o ‘algo a mais’ para atrair o pessoal. Esse sistema tem funcionado bem e tende a se manter, já que está chegando o frio e, com isso, se come mais e toma-se vinho”, afirma Soppa.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio