Polícia Militar Rodoviária estuda abrir posto na rodovia Antônio Heil

Posto 2 de Gaspar poderá ser transferido para área rural entre Brusque e Itajaí

Polícia Militar Rodoviária estuda abrir posto na rodovia Antônio Heil

Posto 2 de Gaspar poderá ser transferido para área rural entre Brusque e Itajaí

Em meio ao andamento de sua duplicação, a rodovia Antônio Heil (SC-486) pode ganhar, além de uma nova pista, um posto da Polícia Militar Rodoviária (PMRv). As conversas iniciais estão sendo realizadas entre os representantes do Posto 2 da PMRv de Gaspar e membros da Prefeitura de Brusque.

Nesta quarta-feira, 15, o comandante Pablo David Henden esteve em Brusque junto a outros militares, sargentos Motta e Vieira Ramos, e Cabo Vilson, para tratar do assunto diretamente com o vice-prefeito de Brusque, Ari Vequi.

“Iniciamos a conversa com o poder público no intuito de transferir o Posto 2 que hoje fica na rodovia Jorge Lacerda (SC-412) para a 486 Antônio Heil, rodovia que será duplicada e possui um grande fluxo de caminhões, cargas pesadas, e produtos perigosos, e infelizmente uma rodovia que possui os piores números em acidentes e até mortes”, explica o comandante Henden.

“O objetivo é colocar o posto da polícia aqui na Antônio Heil e deixar ele de uma forma estratégica no centro da nossa área de atuação e com isso prestar um bom serviço para nossa comunidade e região”, completa.

Segundo ele, ainda trata-se de uma ideia inicial que tem apoio do comando local e agora será levada para escalões superiores da Polícia Militar Rodoviária, Deinfra, e governo do estado para ver se realmente essa ideia tem apoio das instâncias superiores”.

O vice-prefeito de Brusque, Ari Vequi, destaca que com a duplicação com certeza a cidade será mais procurada por turistas e visitantes. Hoje, segundo ele, há grande dificuldade quando há acidentes e necessidade de chamar a polícia de Ilhota.

“A polícia trabalha com a rodovia Jorge Lacerda, uma rodovia de pista simples, e nós teremos uma rodovia duplicada que atende Brusque, Guabiruba, Botuverá, Nova Trento, São João, Canelinha e até Tijucas através da polícia rodoviária de Ilhota, por isso seria melhor ter um posto mais centralizado”, defende.

Segundo Vequi, serão realizados estudos técnicos para verificação do melhor local para instalação do posto policial, mas a ideia é que seja instalado em uma área rural entre Brusque e Itajaí.

“Pedimos que eles fizessem estudos e nós vamos fazer também, mas pensamos que deva ser feito em locais que não existam rotas de fuga. Quanto menor a chance de usarem desvios, melhor. Acredito que naquela região antes do Brilhante a área de fuga é quase zero, mas é necessário um estudo técnico e dentro disso ver o melhor caminho.”, diz ele.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio