Rodrigo Santos

Jornalista esportivo - rodrigosantos@omunicipio.com.br

Em busca da decisão

Rodrigo Santos

Jornalista esportivo - rodrigosantos@omunicipio.com.br

Em busca da decisão

Rodrigo Santos

O cenário que o Brusque vive às vésperas do jogo contra o Tubarão já é conhecido e bem vivenciado nesta temporada. Assim como em alguns confrontos da Série D, o time entrará em campo com a necessidade de reverter um placar desfavorável no jogo de ida. E assim como foi na campanha vitoriosa do Brasileirão, o Bruscão tem time de sobra para vencer o Tubarão nos 90 minutos e se encaminhar para a final da Copa Santa Catarina. Mas é necessário tomar cuidado.

O time não merecia perder no Sul do Estado. Acabou perdendo numa infelicidade de Ianson, mas com um caminhão de gols perdidos, principalmente no primeiro tempo. Esse assunto já havia sido abordado por todos nós com o técnico Jerson Testoni: a falta daquele ˜quê a mais” nas conclusões a gol. A vitória viria com toda a tranquilidade, mas as coisas não correram como o planejado. Não muda muita coisa no cenário para o jogo de volta.

Se o Brusque jogar o que sabe, passa de fase. Se o Tubarão usar de uma postura defensiva, esperando o adversário, pode cair em uma tática suicida, pois a vantagem é curta. Pingo tem desfalques no seu setor defensivo, que é problemático. A dupla de zaga não se entende e o bom goleiro Belliato seguidamente é colocado em saia justa. O Brusque tem pela frente um adversário que não é tão qualificado como em outras temporadas, que tem o trabalho do técnico questionado e que carrega para o jogo de volta uma vantagem mentirosa, já que não foi melhor no jogo de ida.

Com foco, concentração e inspiração nas conclusões a gol, dá pra conquistar a vaga em mais uma decisão.


Lembrando

Caso o Avaí conquiste a segunda vaga na decisão da Copa SC no domingo (venceu o Marcílio Dias na ida por 1 a 0), o vencedor do confronto Brusque x Tubarão estará automaticamente na Copa do Brasil em 2020, uma vez que o time de Florianópolis já tem a sua vaga por ser o atual campeão catarinense.


Troféu

A Federação Catarinense de Futebol presta uma justa homenagem ao saudoso colega Rafael Henzel, de Chapecó, falecido em abril passado. Os troféus de campeão e vice da Copa Santa Catarina levarão o seu nome.


Jasc

Os Jogos Abertos de Santa Catarina terminam no domingo com Brusque na disputa pelo troféu no basquete e no vôlei, além da busca de medalhas em outras modalidades. A tristeza ficou com o ciclismo, que ficou a um ponto de trazer o titulo de campeão. O tapetão acabou beneficiando Rio do Sul, que levou o ouro na última prova. Explica-se: na segunda-feira, na prova de estrada, o ciclista riosulense Aloir Xavier cortou caminho em uma rotatória do percurso. Ele acabou sendo desclassificado pelos comissários de pista, recorreu ao TJD da Fesporte e acabou reinserido na classificação. Isso acabou determinando o resultado final da modalidade. O técnico Eduardo Gohr não esconde sua tristeza com o tapetão que tirou o título de Brusque.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo