Rompimento de pilar na ponte Arthur Schlösser é causado por problemas nas fundações

Local permanecerá interditado pelos próximos 30 dias, segundo Departamento Geral de Infraestrutura de Brusque

Rompimento de pilar na ponte Arthur Schlösser é causado por problemas nas fundações

Local permanecerá interditado pelos próximos 30 dias, segundo Departamento Geral de Infraestrutura de Brusque

Uma equipe do Departamento Geral de Infraestrutura (DGI) da Prefeitura de Brusque realizou na tarde desta quinta-feira, 1, vistoria na ponte Arthur Schlösser, interditada na madrugada. O estudo preliminar aponta que o rompimento de um dos pilares foi causado por problemas nas fundações da ponte. O local deve permanecer interditada pelos próximos 30 dias.

Renato de Borba, coordenador da execução de obras de infraestrutura do DGI, conta que um engenheiro especialista em construção e recuperação de pontes veio de Florianópolis para analisar juntamente com os profissionais da prefeitura o problema. Segundo ele, a sugestão é que neste primeiro memento seja feita um escoramento na ponte.

Borba explica que o engenheiro elaborará um estudo aprofundado sobre a ponte, incluindo valores de execução, e deverá entregar ao departamento na próxima semana. Os recursos para o conserto serão oriundos da própria municipalidade, e dependendo o valor haverá a ordem de serviço. Ainda não se estima o custo da obra.

Assim que o nível do rio Itajaí-Mirim diminuir mais, o DGI fará outra avaliação sobre a estrutura da ponte. Enquanto isso a ponte permanecerá interditada para veículos, ciclistas e pedestres nos próximos 30 dias. Após isso, estuda-se liberar meia pista para automóveis. Além disso, no decorrer dos dias será avaliado a possibilidade da liberação da via para ciclistas e pedestres.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio