Rua de acesso à ponte do Rio Branco será alargada em 2019

Prefeitura destruirá muros de casas e será responsável pela construção dos novos

Rua de acesso à ponte do Rio Branco será alargada em 2019

Prefeitura destruirá muros de casas e será responsável pela construção dos novos

Utilizada pela população desde maio, a ponte que liga os bairros Rio Branco e Souza Cruz encurtou distâncias e tem agradado os motoristas. No entanto, o lado da via que faz a conexão com o Rio Branco ainda não foi finalizado.

De acordo com o diretor da Secretaria de Trânsito e Mobilidade, Valério Kosel, a rua precisa ser alargada, tomando espaço ocupado por construções particulares.

Veja também:
PT pede à Justiça Eleitoral mandados de busca e apreensão na casa de Luciano Hang e na Havan

Antigo Casarão da Saúde, no Centro de Brusque, é demolido

Prefeitura estuda terceirização da Fenarreco nos próximos anos

Para isso, o diretor-geral da Secretaria de Obras, Nik Imhof, explica que será necessário refazer os muros de residências que fazem limite com a via. “Os muros, de acordo com o projeto da prefeitura, entram dentro da pista”.

Hoje estreita, a via será alargada em um metro para cada lado no próximo ano. “Vamos ter que programar essa obra com mais calma, porque teremos que fazer a remoção dos muros e reconstruir eles um metro mais para dentro de cada moradia”, explica Imhof.

Ele afirma que há dois meses já foi realizada uma reunião com os moradores locais para explicar a situação e garante que não houve relutância. “Todos eles foram de acordo, eles concordam que tem que melhorar a rua, só que eles querem que seja feita da maneira correta”, pontua.

Imhof também desmentiu os boatos de que moradores “cobrariam uma fortuna” para refazer o muro. “Nenhum morador será indenizado, mas definimos na reunião que a prefeitura vai refazer o muro”, declara. “A princípio, todo custo de remover o muro e construir ele mais atrás, será da prefeitura”.

Avaliação positiva
Apesar de a via estar estreita, é possível utilizá-la normalmente. Em contato com comerciantes da região, as avaliações referente à construção da ponte são positivas.

Para a funcionária da loja Produttex, Cintia Wandrei, a construção da ponte foi positiva e auxiliou no desafogamento do trânsito local. “Como eu moro do outro lado da ponte, eu fazia um balão todos os dias, agora ficou mais fácil.”

Veja também:
A situação dos animais de rua e o que defendem as entidades de Brusque

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

PM registra três assaltos em um mesmo dia, em Blumenau

No entanto, ela ressalta que a rotatória poderia ser melhor, pois causa estranheza aos motoristas. “A única coisa que poderia mudar mesmo é a rótula”, declara.

Evandro Rutzen, gerente do posto WDCom, também avalia positivamente a ponte e afirma que o trânsito em direção ao Centro melhorou. “Aumentou bastante o fluxo de veículos aqui na região do bairro Maluche e para o posto também ajudou nas vendas. De um modo geral, para o estabelecimento comercial melhorou muito”, revela.

O instrutor da academia Fórmula Fitness & Wellness, Cleiton José Inocente, acredita que o local exige mais atenção dos motoristas e cuidado redobrado com as entradas e saídas de veículos. Mas ele também afirma que a ponte “trouxe melhorias, principalmente para a academia. Ficou mais fácil o trajeto para os clientes do Rio Branco”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio