Imagine um lugar quase escuro e uma história sendo contada. Imagine feixes de luz e muitas sombras de onde nascem formas, personagens e cenários. Imagine estar dentro disso. Certamente uma experiência única e inesquecível, para quem se dispõe ao lúdico. O que se esconde na penumbra? O que se revela nela?

Não há palavras. Dentro de um enorme balão a plateia sonha e acompanha o enredo de “O marujo e a tempestade”, espetáculo da Companhia de Teatro Lumbra/Clube da Sombra, de Porto Alegre, que abriu a temporada 2018 do projeto BQ(en)cena.

Após a performance que dura 14 minutos, o público é convidado a interagir, criando ele mesmo novas proposições com os objetos usados na história e sua própria sombra corporal.

O espetáculo criado em 2005 chega a Brusque, Guabiruba, Botuverá e Nova Trento por meio da iniciativa da Prisma Cultural, produtora atuante que nesta terceira temporada abriu os horizontes para outros municípios. A proposta é sólida, cuidadosa e está fazendo o que a maioria dos governos não faz com relação à cultura: criar periodicidade. Através da dedução de impostos de empresas parceiras está sendo possível trazer a Brusque (e região) importantes grupos e espetáculos nas mais variadas linguagens, graças também a uma curadoria apurada. Importante salientar que na segunda edição do projeto, a partir da realização de uma oficina-montagem, nasceu a peça “Ao Som dos Teares”, que revelou talentos locais e mexeu com a curiosidade dos brusquenses sobre um fato histórico local.

A estreia desta circulação de “O marujo e a tempestade” ocorreu ontem, na Praça da Cidadania de Brusque e segue para as cidades vizinhas hoje, amanhã e sexta, sempre às 19:30h, com entrada franca. Para saber mais informações sobre as apresentações acesse www.prismacultural.com.br.

Como desdobramento do projeto, a Cia Lumbra ministra uma oficina neste sábado, dia 24, em que os participantes poderão conhecer os conceitos das pesquisas e as referências estéticas que a companhia desenvolve nos seus espetáculos. A “Vivência no Teatro de Sombras – Territórios Desconhecidos” ocorre no Salão Comunitário São Pedro, em Guabiruba, das 9 às 12h e das 13:30 às 18:30h, gratuitamente.


Lieza Neves
 – atriz, escritora, produtora cultural

Imagine um lugar quase escuro e uma história sendo contada. Imagine feixes de luz e muitas sombras de onde nascem formas, personagens e cenários. Imagine estar dentro disso. Certamente uma
Conteúdo exclusivo para assinantes

Para ler todas as notícias, assine agora!

Oferta especial para você ficar
bem informado SEM LIMITES

Menos de

R$ 0,35
ao dia
R$ 9,90 ao mês