Conteúdo exclusivo para assinantes
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Salários dos servidores do MP-SC serão reajustados em 9,46%

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Salários dos servidores do MP-SC serão reajustados em 9,46%

Exploração

Raul Sartori

Segunda classe
O Executivo estadual decidiu não dar aumento salarial a seus funcionários neste ano. Alega que falta dinheiro. Que não é problema no Ministério Público, por exemplo, que conseguiu passar por unanimidade, no Legislativo, anteontem, projeto de lei complementar que reajusta os já excelentes salários de seus servidores em 9,46%.

Exploração
Na ausência de uma tabela, escolas de habilitação de motoristas cobram o que lhes aprouver. Em Tubarão a obtenção da primeira habilitação está em cerca de R$ 1.800, após o último aumento, já que girava em torno de R$ 1.400. Em Brusque já custa R$ 2.400.

Miragem
Passou pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, anteontem, o projeto de lei 397/2017, do Executivo, que reajusta e altera taxas estaduais referentes a serviços eventuais. O espantoso detalhe: não tem um índice para reajuste das taxas. Socorro!

Desconfiança
Um passarinho veio dizer que o vice-governador, Eduardo Pinho Moreira (PMDB), ainda não acredita que o governador Raimundo Colombo (PSD) renuncie em janeiro, conforme tem dito intramuros. Que tal um olho-no-olho?

FHC e JKB
O ex-governador, ex-senador e ex-ministro Jorge Konder Bornhausen foi condecorado com o Grande-Colar do Mérito do Tribunal de Contas da União, anteontem. Queria encontrar lá um velho amigo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, outro homenageado que, surpreendentemente, não quis ir a Brasília.

País de piada 1
Realmente este é o país da piada pronta. Um estudo divulgado ontem diz que há 55 mil autoridades no Brasil protegidas por foro privilegiado, gente que só pode responder a processos em instâncias superiores da Justiça. Daqueles, 1.653 são políticos, respondendo a processos por corrupção, quase todos eles. Os demais são magistrados e procuradores, também por maracutaias. Revoltante. Não raro este espaço se pergunta: até quando suportaremos tanto acinte? Até quando esta gente poderá sair às ruas livremente sem correr o risco de linchamento, diante dos cidadãos, no limite da revolta, dispostos a fazer justiça com as próprias mãos?

País de piada 2
A propósito, o deputado federal Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC) defendeu esta semana em reunião com parlamentares federais, uma postura decente do seu partido na votação do fim do foro privilegiado, prevista para ocorrer nas próximas semanas. Qualifica o privilégio como uma “mordomia inadequada”. Por isso que entre 2011 e 2016, menos de 1% das ações contra autoridades no STF resultou em condenação, e 68% não tiveram conclusão.

Rio bandido
Impressiona o que acontece no Rio de Janeiro com sua classe política. No momento tem cassados ou presos todos os governadores eleitos desde 1998, exceto o notório Luiz Fernando Pezão, que tem tudo para ser futuro hóspede da penitenciária de Bangu. Também estão lá todos os presidentes da Assembleia Legislativa desde 1995 e cinco dos seis conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. Se tivéssemos paredão…

Segredos
O cineasta catarinense Sylvio Back surpreendeu o público que foi à Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, anteontem, para abertura de mostra em sua homenagem pela passagem de seus 80 anos, quando disse que era traficante desde menino. Logo esclareceu: traficava fotogramas, em Blumenau, lá pelos anos 1940. O espevitado gurizote comprava fotogramas de cenas picantes de filmes e os revendia. Com o dinheiro comprava entradas de cinema. Sua paixão pela sétima arte e pela poesia erótica vem dali.

Arquibancada
Passou por mais uma comissão no Legislativo estadual o polêmico projeto de autoria dos deputados Rodrigo Minotto (PDT) e Manoel Motta (PMDB), que permite a comercialização de bebidas alcoólicas em estádios e complexos esportivos de SC. Antes de ir a plenário, com votação incerta, o texto ainda precisa passar pela Comissão de Prevenção e Combate às Drogas que, se for coerente com aquilo que tanto combate, deve barrá-lo.

Geografia corrupta
Pensando bem: se a pequena Laguna pode ser considerada no momento a capital catarinense da corrupção, imagina-se quando forem descobertos os escândalos nas cidades maiores, como Florianópolis.

DETALHES
Neste sábado a Unisul completa 53 anos de trajetória. Tem um portfólio de 67 cursos de graduação, 46 de pós-graduação, cinco mestrados e dois doutorados. Nesse tempo colocou no mercado de trabalho quase 200 mil profissionais.

A Oktoberfest, de Blumenau, por mais surpreendente que pareça, até agora não fazia parte do calendário oficial de eventos de SC. A Assembleia Legislativa vai aprovar projeto para inclui-la.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio