Com o verão chegando, Samae de Brusque recomenda o uso de caixas de água

Reservatório garante mais segurança de abastecimento das residências

  • Por Redação
  • 14:00
  • Atualizado às 21:24

Com o verão chegando, Samae de Brusque recomenda o uso de caixas de água

Reservatório garante mais segurança de abastecimento das residências

  • Por Redação
  • 14:00
  • Atualizado às 21:24
  • +A-A

Com o verão chegando, o consumo de água dispara em Brusque. O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) tem trabalhado para aumentar a produção do líquido na cidade, contudo, a obra do novo reservatório só vai ficar pronta mais adiante. Para evitar problemas de abastecimento, o Samae recomenda a instalação de caixas d’água.

Atualmente, a maioria da população de Brusque já possui caixas d’água, mas uma parte ainda não adquiriu o reservatório, de acordo com Luan Freisleben, engenheiro sanitarista do Samae. Ele diz que é importante que as famílias que ainda não têm caixa adquiram uma.

Regiões como o Dom Joaquim sofrem com a falta de abastecimento, de acordo com relatos de leitores à reportagem. O próprio Samae já admitiu que precisa ampliar a sua rede para aquele lado da cidade.

Como o impacto das obras em andamento ainda irá demorar para chegar às torneiras, Freisleben diz que a caixa d’água representa uma segurança para as pessoas. “A principal função dela é que, quando haja uma parada, o abastecimento não seja interrompido tão rápido”, afirma.

Não existe uma conta exata quanto ao tamanho que a caixa d’água deve ter. Entretanto, o engenheiro sanitarista diz que a conta usada pelo Samae de Brusque é que cada pessoa gasta 200 litros de água por dia. Portanto, uma família de cinco pessoas precisa de uma caixa de mil litros para ter um dia de reservação.

Uma obrigação

A diretora-presidente do Samae, Fabiana Dalcastagné, ressalta que ter uma caixa d’água é não apenas uma garantia como um dever de qualquer cidadão. Ela afirma que o regulamento da autarquia dita que os usuários são obrigados a ter uma reservação.

“É importante porque, se a pessoa não tem, a qualquer desarranjo ou despressurização ela já tem problemas”, diz a diretora-presidente da autarquia.

Fabiana chama a atenção para o fato de que muitos equipamentos – como a máquina de lavar – podem queimar se faltar água durante o processamento. Por isso, ter um reservatório que garanta alguma segurança é importante também para a preservação dos eletrodomésticos.


Manutenção

Luan Freisleben, engenheiro sanitarista do Samae, ressalta que é importante que as famílias que já têm caixa as mantenham limpas. É necessário fazer a limpeza periódica dos equipamentos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio