Samae termina construção do muro de contenção do reservatório do parque Leopoldo Moritz

Previsão de entrega da obra, orçada em R$ 2,8 milhões, é para dezembro de 2016

Samae termina construção do muro de contenção do reservatório do parque Leopoldo Moritz

Previsão de entrega da obra, orçada em R$ 2,8 milhões, é para dezembro de 2016

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) finalizou, na semana passada, a construção do muro de contenção do reservatório que será implantado no parque Leopoldo Moritz (Caixa D’água). Com isso, a segunda fase da obra – orçada em R$ 2,8 milhões – está terminada e agora começa a confecção da base do equipamento.

Leia também: Médico brusquense é o único do estado a integrar grupo que trabalhará na Olimpíada

O reservatório que funcionará no parque terá capacidade de armazenar 6,5 milhões de litros de água. De acordo com o diretor geral do Samae, Juliano Pereira, a expectativa é de que, se o tempo ajudar, o empreendimento seja entregue à comunidade em dezembro.

Esta foi a segunda etapa da obra, que é dividida em cinco partes. A primeira foi o serviço de terraplanagem, e a segunda foi a construção do muro de contenção. Ambas foram realizadas pelo próprio Samae. A próxima fase será a confecção da base do reservatório e a montagem dele.

O diretor geral da autarquia informa que a partir de agora quem assume os trabalhos é a empresa que venceu a licitação para a construção do reservatório. Ele diz, ainda, que neste período haverá a remoção de terra no parque.

As últimas duas etapas da obra serão executadas, novamente, por servidores do Samae. A quarta fase será a colocação da tubulação e a conexão entre o novo reservatório e o sistema de água já em funcionamento. O custo estimado deste serviço é de R$ 350 mil, segundo o diretor da autarquia.

A última parte da obra será a adequação da captação de água no bairro Guarani. Atualmente, o Samae já retira a matéria-prima da localidade, contudo, será necessário aumentar a capacidade de enviar o líquido para o armazenamento. De acordo com Pereira, o Samae colocará um novo conjunto de bombas e outros equipamentos no local.

A previsão informada pelo Samae para a entrega da obra é dezembro, entretanto, isso só se confirmará se o clima ajudar, ressalva Pereira. Segundo ele, a água captada e guardada no reservatório do parque Leopoldo Moritz será utilizada conforme a demanda, ou seja, não será destinada exclusivamente a um bairro.

A diretora-presidente do Samae, Fabiana Amália Dalcastagné diz que o objetivo é suprir a demanda da população. A autarquia já conta com capacidade de armazenamento de 10 milhões de litros d’água, ainda assim, investe na expansão. “Com esse [reservatório] de 6,5 milhões de litros, pensamos que vai ajudar a população para que não tenha problemas com falta de água”, afirma.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio