SC registra redução no número de homicídios dolosos pelo segundo mês consecutivo

Maioria dos envolvidos em homicídio tem antecedentes policiais

SC registra redução no número de homicídios dolosos pelo segundo mês consecutivo

Maioria dos envolvidos em homicídio tem antecedentes policiais

O número de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) registrou queda pelo segundo mês consecutivo em Santa Catarina. Em agosto foram registrados 42 homicídios dolosos contra 62 no mesmo mês de 2012 – uma redução de 35,39%. Julho já havia registro de redução no número de assassinatos em comparação com o mesmo mês de 2012.

No comparativo anual a SSP registra de 1º de janeiro a 3 de setembro de 2013, 460 assassinatos contra 488 ocorridos no mesmo período do ano passado. Uma redução de 5,74%. A taxa de homicídio por 100 mil habitantes é de 7,34 mortos.  A ONU considerada aceitável até uma taxa de 10 mortos por 100 mil habitantes.

Houve registro de assassinatos em 119 dos 295 municípios de Santa Catarina. Outras 176 cidades não tiveram ocorrência de homicídio,  e em 65 delas ocorreu apenas um crime.

Já as estatísticas de latrocínio (matar para roubar) registram uma redução de 25,53% no período analisado, de 1º de janeiro a 3 de setembro. Este ano Santa Catarina teve 35 latrocínios contra 47 no mesmo período do ano passado.

Antecedentes policiais 

Na análise regional o Vale e o Norte do Estado tiveram os maiores índices de homicídio doloso. Foram 126 assassinatos na região do Vale e 102 no Norte. A região da Grande Florianópolis contabiliza 79 casos; 61 no Sul e 64 no Oeste. O Planalto serrano é a região com o menor número de homicídios dolosos. Foram 28 este ano.  Dos 460 assassinatos, 87,1% das vítimas são homens e 12,9% mulheres.

Já o percentual de vítima e autor de crimes violentos com antecedentes policiais é alto. No caso de vítima, este número chega a 63,5% com registros anteriores na polícia. Já com relação aos autores de homicídio, 73,4% possuem antecedentes criminais. Os assassinatos acontecem com mais intensidade no período compreendido entre 20 horas e meia-noite.


Secretaria de Estado da Comunicação – Governo de Santa Catarina

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio