SDR perde servidores para governo municipal interino

Ivonir Webster, a Crespa, e Jaison Knoblauch, eram gerentes da regional e assumiram cargos na prefeitura

SDR perde servidores para governo municipal interino

Ivonir Webster, a Crespa, e Jaison Knoblauch, eram gerentes da regional e assumiram cargos na prefeitura

Com a mudança de comando na Prefeitura de Brusque, a Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) teve algumas baixas, já que servidores que ocupavam cargos no órgão foram convidados para compor o governo interino de Roberto Prudêncio Neto (PSD) à frente da prefeitura.

Entre os nomes conhecidos na SDR que agora estão na prefeitura estão o de Ivonir Zanatta Webster, a Crespa, que era a gerente de Saúde na regional e agora ocupa o cargo de secretária de Saúde; e Jaison Knoblauch, que ocupava o cargo de gerente de Infraestrutura na SDR, e é o novo secretário de Obras da prefeitura. Evandro Flora, que também fazia parte da SDR como gerente de Administração, agora é o chefe de gabinete de Prudêncio Neto.

O secretário da SDR, Jones Bosio, afirma que as mudanças não devem interferir no trabalho da regional. “O Evandro já tinha saído da SDR. O gerente de Planejamento, Cristiano Cunha, já havia assumido a gerência de Administração no início do ano. O que sentimos mesmo foi a nomeação da Crespa e do Jaison”, diz.

Segundo ele, os nomes para substituir as duas baixas já foram escolhidos, no entanto, falta a nomeação oficial. “O Carlos Knihs deve assumir no lugar da Crespa que já está exonerada, e o Fábio Kohler, que já era o engenheiro, assume no lugar do Jaison”, destaca.

Bosio afirma que apesar da nomeação de Knoblauch na prefeitura, a saída dele da SDR ainda não está confirmada. “O prefeito [Prudêncio Neto] anunciou o nome dele, mas ele pediu para aguardar um pouco para ver se é o que ele realmente quer, ele ainda não foi nomeado. Por enquanto, eu só perdi a Crespa”.

O secretário ressalta que a ex-gerente de Saúde deve fazer parte do próximo governo de Brusque. “A política é muito dinâmica. Cada momento é único, temos que esperar acontecer a eleição. Se o Prudêncio não ficar, acredito que qualquer governo gostaria de ter a Crespa em seu governo, ela é uma das que mais conhece o procedimento burocrático da saúde pública em Santa Catarina, tem muita experiência. Independente de quem será o prefeito, deve aproveitar a Crespa”, diz.

Havia ainda a possibilidade da saída de Rodrigo Cesari, atual gerente de Educação, que estava cotado para assumir a Secretaria de Educação na prefeitura, no entanto, Bosio descarta a sua saída. “O Rodrigo permanece na SDR”, afirma.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio