Secretaria de Educação de Brusque implanta o sistema fila única em creches

Sistema online, que é integrado entre todas as creches, auxiliará a prefeitura e as famílias

Secretaria de Educação de Brusque implanta o sistema fila única em creches

Sistema online, que é integrado entre todas as creches, auxiliará a prefeitura e as famílias

Seguindo um projeto de lei aprovado em 2015, a Secretaria de Educação de Brusque implantou durante o recesso escolar o fila única, sistema que cadastra pré-inscrições para vagas em creches por ordem cronológica.

Leia também: Procon de Brusque recebe de 10 a 12 reclamações mensais sobre a cobrança da taxa de lixo

A medida, segundo a secretária Gleusa Fischer, garantirá maior organização ao processo e também poderá ser acompanhado pelos pais por meio de qualquer um dos centros de educação infantil do município.

“Era um desejo nosso desde 2012, desde lá estamos observando as experiências de outros municípios, como Blumenau. Vemos que é uma forma de organizar o cadastro e também uma forma de termos um controle maior”, afirma a secretária.

Gleusa explica que, a partir de agora, as famílias que procuram por vagas na rede de educação infantil de Brusque podem fazer a pré-matrícula em qualquer creche. No ato da inscrição, e de posse da documentação necessária, os pais já informam a idade do filho e também o local de preferência.

Ali mesmo, a família também já consegue verificar qual a posição que ocupará na fila única. Segundo a secretária, quando uma vaga estiver disponível, independentemente do local e da preferência dos pais, a equipe da creche ou da própria secretaria de Educação entrará em contato com a família.

“Quando abre uma vaga, a primeira pessoa da lista da fila única será contatada. A equipe perguntará se os pais têm interesse naquela vaga. Já se os pais preferirem aguardar pela vaga na creche em que registraram preferência, a vaga em aberto será repassada para a próxima pessoa da fila”, explica a secretária.

Para Gleusa, o ideal também seria que, no ato da pré-matrícula, as famílias já tivessem vagas disponíveis, no entanto, a demanda no município segue alta, sobretudo na área central. Atualmente, há em torno de 830 crianças na fila de espera. Por outro lado, nesse semestre, a prefeitura conseguiu abrir 260 novas vagas, contando com a inauguração do CEI Hilda Anna Eccel, no bairro Jardim Maluche.

Teste

De acordo com a secretária, o sistema informatizado foi apresentado para os diretores dos centros de educação infantil no fim do primeiro semestre. As creches testaram o modelo durante o recesso.

Gleusa também afirma que a fila única auxiliou a diminuir o número de crianças inscritas. Ela conta que havia cerca de 1,3 famílias aguardando, porém, quando a equipe da Educação colocou os registros no cadastro único, percebeu que havia pré-matrículas de 2014 de crianças que já estavam matriculadas.

“Essa demanda caiu consideravelmente porque os dados começaram a ser cruzados e se percebeu que muitas crianças já tinham sido atendidas e que outras realmente foram chamadas, mas não responderam. Essas, provavelmente, já nem estavam mais na cidade. Cruzar esses dados foi muito importante”, diz.

Acesso dos pais

O mesmo projeto de lei que previa a implantação do fila única também previa o sistema disponibilizado para os pais por meio do site da prefeitura de Brusque. Essa medida, porém, ainda não tem data para ser efetivada.

Segundo Gleusa, o acesso das famílias ao sistema por meio da internet requer maior aporte financeiro – o que a prefeitura não disponibiliza atualmente. A implantação, garante a secretária, também está dentro dos planos da administração municipal.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio