Secretaria de Saúde afasta médico que atendeu batistense envenenado por cobra

Comunicado diz que o clínico geral - que não teve o nome divulgado - não atuará na unidade "até que o caso seja esclarecido"

Secretaria de Saúde afasta médico que atendeu batistense envenenado por cobra

Comunicado diz que o clínico geral - que não teve o nome divulgado - não atuará na unidade "até que o caso seja esclarecido"

A Secretaria de Saúde de São João Batista emitiu uma nota oficial nesta segunda-feira, 20, informando que o médico responsável por atender Éder Fábio Peixer, 38 anos, foi afastado do  Hospital Monsenhor José Locks. O comunicado diz que o clínico geral – que não teve o nome divulgado – não atuará na unidade “até que o caso seja esclarecido”.

O paciente foi atendido na terça-feira, 14, após ser picado por uma cobra (provavelmente uma jararaca) no bairro Colônia. Após dois dias internado, ele foi transferido ao Hospital Universitário de Florianópolis, mas morreu na quinta-feira, 16. Parte da família acusa o clínico geral de negligência médica.

Na nota, a secretaria e a direção do hospital “manifestam imenso pesar e solidariedade à família” e dizem que “nada vai sanar a ferida deixada por perda tão súbita e inexplicável”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio