Secretário de Obras vai à Casa e desta vez presta esclarecimentos

Vereadores fazem diversos questionamentos em voltam a cobrar ações no município

Secretário de Obras vai à Casa e desta vez presta esclarecimentos

Vereadores fazem diversos questionamentos em voltam a cobrar ações no município

O secretário de Obras, Clodoaldo Riffel foi até a tribuna prestar alguns esclarecimentos dos trabalhos da pasta – Crédito: Taiana Eberle

Com mais de duas horas de sessão, o encontro ordinário da Câmara de Vereadores na noite desta terça-feira, 10 de abril, contou com a presença do secretário de Obras, Clodoaldo Riffel.

Após muitas ausências do representante da pasta na Casa, desta vez ele prestou alguns esclarecimentos aos edis em relação ao trabalho realizado na secretaria.

Como o nome do edil não estava inscrito na pauta do dia, Valdecir Gomes Ferreira (PDT), como forma de protesto se retirou da sessão.

– Aqui não é a “casa da sogra”, para ele vir a hora que quer, tem que ter lei. O nome dele deveria estar inscrito – protestou o edil.

Apesar disso, o presidente da Câmara, Vilmar Gums (PSDB) autorizou a participação do secretário na tribuna.

Com isso, os vereadores cobraram a implantação das lombadas físicas na cidade, a qualidade das pavimentações das ruas, retirada de barreiras, melhorias em pontos de ônibus, reconstrução em pontes, buracos abertos nas ruas, além das indicações que não chegam até o secretário para serem executadas.

Quanto a este problema, Vilmar Gums declarou que o próprio prefeito de Guabiruba, Orides Kormann, afirmou não entregar as indicações dos vereadores à Secretaria.

– Ele afirmou que existem indicações que ele encaminha à secretaria e outras que ou coloca no lixo ou em alguma gaveta – declarou Vilmar.

Alguns edis se manifestaram em relação à declaração, entre eles Cristiano Kormann (PP), que na sessão anterior, do dia 3 de abril, comentou sobre a falta de entrega das indicações, por parte do Executivo.

– A indicação é assinada por qualquer um dos vereadores, há um carimbo de despacho, um de recebimento, e tudo isso é jogado fora. Nesse caso, vemos que não são os defeitos de um secretário, mas de toda uma administração que está deixando a desejar – comentou Cristiano. 

**Confira a matéria completa com as declarações de outros vereadores e as explicações do secretário de Obras na edição impressa do Jornal Município Dia a Dia, desta quinta-feira, 12 de abril.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio