Sede do IGP de Brusque pode estar funcionando sem alvará da Vigilância Sanitária

Assessoria do IGP diz que o documento foi liberado, porém a solicitação do alvará não foi encontrada nas Vigilâncias Sanitárias Municipal, Estadual e na Secretaria de Desenvolvimento Regional

Sede do IGP de Brusque pode estar funcionando sem alvará da Vigilância Sanitária

Assessoria do IGP diz que o documento foi liberado, porém a solicitação do alvará não foi encontrada nas Vigilâncias Sanitárias Municipal, Estadual e na Secretaria de Desenvolvimento Regional

Quando a sede do Instituto Geral de Perícias (IGP) de Brusque foi inaugurada, a reportagem do Jornal Município Dia a Dia recebeu a informação de que a nova unidade começava os trabalhos sem ter o Alvará de Funcionamento da Vigilância Sanitária.


Depois de duas semanas de funcionamento do órgão, a reportagem do MDD foi até a sede do IGP e verificou que o documento ainda não estava em exibição em nenhuma das paredes do local. Responsável pelo órgão de Brusque, o perito criminal Luan Carneiro afirma que também não recebeu nenhuma documentação.  

A assessoria de imprensa do IGP-SC afirma que o documento já foi liberado, mas a solicitação parece não ter sido feita em nenhum dos órgãos responsáveis, pois o documento não foi encontrado nas Vigilâncias Sanitárias Municipal e Estadual e também na Secretaria de Desenvolvimento Regional. 

** Confira todos os detalhes na reportagem da edição desta sexta-feira, 2 de março, do Jornal Município Dia a Dia. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio