Servidores da Secretaria de Obras de Brusque iniciam turma do Ensino Médio do projeto Volta às Aulas

Projeto teve início na semana passada e deve durar 18 meses

Servidores da Secretaria de Obras de Brusque iniciam turma do Ensino Médio do projeto Volta às Aulas

Projeto teve início na semana passada e deve durar 18 meses

Servidores da Secretaria de Obras de Brusque iniciaram na semana passada a primeira turma do Ensino Médio do projeto Volta às Aulas. A iniciativa é uma parceria com o Centro de Educação para Jovens e Adultos (Ceja) e tem como objetivo auxiliar os servidores na continuidade de sua trajetória escolar.

A turma tem 14 estudantes e, além dos servidores, também conta com pessoas da comunidade que viram no projeto uma oportunidade para retomar os estudos. De acordo com a Secretaria de Obras, os alunos terão o diploma do Ensino Médio em um ano e meio.

As aulas ocorrem todos os dias das 18h às 19h no refeitório da Secretaria de Obras. O local foi adaptado para o projeto e, além da turma de Ensino Médio, também abriga as aulas da turma do Ensino Fundamental.

De acordo com a assessoria da pasta, a continuidade do projeto é importante porque muitos servidores da Secretaria de Obras têm dificuldades na alfabetização e, com a oportunidade de concluir os estudos dentro do próprio local de trabalho podem progredir profissionalmente – já que a cada curso concluído os efetivos ganham incentivo – e pessoalmente.

Agente de obras desde 2014, José da Veiga, 55 anos, é um dos alunos que iniciou na primeira turma de Ensino Médio do projeto Volta às Aulas. Ele afirma que decidiu voltar aos estudos pela vontade que tem em progredir em sua carreira. “Voltei pela necessidade, sem estudo não consigo fazer concursos para conseguir um cargo melhor”, diz.

Veiga destaca que sempre gostou de estudar, mas precisou parar para poder trabalhar. Ele concluiu o ensino fundamental com 18 anos, no Feliciano Pires, depois de algum tempo começou a fazer o Ensino Médio no Ceja, mas acabou desistindo por conta do trabalho. “Agora pretendo ir até o fim. Não é à toa que o lema é perseverança, porque muitos começam, mas não vão até o final. Eu não quero desistir. Minha meta é começar uma faculdade depois que pegar o diploma”.

Mesmo afastado da sala de aula por muito tempo, ele diz que não está sentindo dificuldades para assimilar o conteúdo. “Sempre gostei de ler bastante, então isso tem me ajudado. Me coloca num ponto mais alto que os outros que não tem esse costume”.

Os estudantes receberam todo o material didático do Ceja, que também disponibilizou profissionais para ministrar as aulas. A ideia é ampliar o projeto também para os servidores do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae).

Além do Ensino Médio, o projeto também proporciona, em parceria com a Secretaria de Educação e a Educação de Jovens e Adultos – EJA, a alfabetização e a conclusão do Ensino Fundamental. Ao todo, mais de 35 pessoas são beneficiadas com o programa.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio