Sessão tranquila na Câmara de Vereadores de Guabiruba

Durante o encontro, legisladores aprovaram dois projetos de lei referente a denominações de ruas

Sessão tranquila na Câmara de Vereadores de Guabiruba

Durante o encontro, legisladores aprovaram dois projetos de lei referente a denominações de ruas

A próxima sessão da Câmara de Vereadores de Guabiruba acontece no dia 20 de março – Crédito: Taiana Eberle

Em uma sessão com pouco menos de uma hora de duração, o encontro ordinário da Câmara de Vereadores de Guabiruba foi marcado pela tranquilidade. Além dos pedidos de indicações de alguns vereadores, assuntos referentes melhorias de ruas, trabalhos de fiscalização, e problemas com abandono de animais também estiveram na pauta da sessão.

Entre os discursos durante o encontro, Valentin Kohler (PP) solicitou maior atenção quanto a falta de fiscalização no município. O representante do PP utilizou como exemplo a reivindicação de moradores da Guabiruba Sul, que reclamaram do transporte de aterro realizado por uma empresa de Brusque, que não utilizava redes de proteção. 

– Só podemos completar 50 anos de município se tivermos uma administração à altura onde todas as empresas que realizam seus trabalhos dentro das condutas estabelecidas. Entendo que administrar bem é pensar em um caso como esse, da falta de redes sobre os caminhões.

Outro assunto comentado na Casa foi referente ao abandono de animais em algumas ruas do município. Nilton Rogério Kolher (DEM) se manifestou contra a atitude e sugeriu que antes de largá-los na rua, as pessoas deveriam procurar órgãos competentes que cuidassem dos animais.

Antes da votação dos projetos de lei n° 4/2012, que denomina vias públicas municipais, e do n° 5/2012, que altera parcialmente a denominação da rua Vereador Wilson Antônio Gums, os legisladores tiraram suas dúvidas quanto as alterações nas localidades.

Matias Kohler (PP) justificou que o pedido de alteração da denominação da rua Vereador Vilson Antônio Gums para Paulo Kohler, no trecho que pertence ao bairro Pomerânia, foi em função da reclamação de moradores, já que há muitos problemas de endereçamentos, em especial quanto ao comércio e  entregas na localidade.

Ambos os projetos foram aprovados em regime de urgência e em votação única.

**Confira a cobertura completa da sessão e outros assuntos discutidos na edição impressa do Jornal Município Dia a Dia de quinta-feira, 15 de março.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio