Setrat Piscinas supera Floripa Têxtil e enfrenta Poço Fundo no Futsal Amador de Brusque

Finalistas foram definidos na noite desta segunda-feira, 17

Setrat Piscinas supera Floripa Têxtil e enfrenta Poço Fundo no Futsal Amador de Brusque

Finalistas foram definidos na noite desta segunda-feira, 17

Não foi desta vez que a JK Motos conseguiu sua revanche contra o Poço Fundo, após a derrota do título do amador de campo este ano. A equipe foi novamente superada pelo algoz, desta vez na semifinal do Campeonato Municipal de Futsal Amador de Brusque, ontem à noite. Agora, Poço Fundo/Pazza enfrenta Setrat Piscinas que venceu o Floripa Têxtil na outra partida da semifinal. A grande decisão será amanhã, às 20h30, na Arena Brusque.

Setrat Piscinas 6 x 3 Floripa Têxtil
As duas equipes começaram nervosas. Muitos erros de passe mostravam a ânsia de dois times pela oportunidade de chegar a uma final de maneira inédita. Ninguém se sobressaiu nos minutos iniciais.
Aos dez minutos, no entanto, um erro seria fatal ao Setrat Piscinas. Douglas Pansera, do Setrat, perdeu o gol frente a frente com Ricardo Barros. Na sequência do lance, Ricardo Venâncio, do Floripa, recebeu bola na pequena área e escorou para abrir o placar. A partir daí, o Floripa foi soberano nos lances. Em um deles, Airton recebeu, e mesmo com marcação conseguiu meter a bola na trave. O Setrat tentou uma pressão no fim da primeira etapa, mas os adversários conseguiram segurar o resultado até o apito do juiz.

No segundo tempo, o Floripa continuou jogando nos contra-ataques, esperando o erro dos adversários. O Setrat, no entanto, voltou mais ‘ligado’, e quase foi coroado com um gol aos três minutos. Laurindo chutou cruzado e a bola pegou na trave e saiu. A insistência do camisa 16 deu certo três minutos depois. Ele recebeu bola cruzada e concluiu para o gol, empatando a partida.

Mas não deu tempo de comemorar. Em jogada individual, Airton driblou a marcação e bateu com precisão para deixar novamente o Floripa na frente. O jogo pegou fogo, e um minuto depois o Setrat chegou de novo ao empate com Marcos Frizzo. A virada do Setrat veio no talento de Ricardo Klan. O camisa 17 recebeu pela direita, driblou marcador e goleiro e fez o gol que deixou o time pela primeira vez na frente.

O Setrat deixou o jogo mais tranquilo para si quando fez o quarto gol. Marcos Frizzo cruzou na medida para Guilherme dos Santos ampliar. Mas o Floripa não desistiu e, novamente com Airton, a equipe chegou ao gol, reduzindo a diferença. Já no fim da partida, Frizzo fez mais um, aproveitando a saída do goleiro Ricardo Barros para tentar jogadas na linha de ataque. Laurindo fechou o placar após Ricardo Barros desproteger as traves novamente.

Emocionado, o técnico da Setrat Piscinas, Fernando Tridapalli reforçou a importância da vaga inédita na final da competição. “Nós acreditávamos no nosso potencial, mas ninguém mais achava que iríamos chegar tão longe. Vamos lutar pelo título”. Éder Reis, dirigente da Floripa Têxtil, ficou contente com o desempenho da equipe apesar do revés. “Os atletas estão começando agora, e vamos voltar ano que vem confiantes”.
Poço Fundo/Pazza 1 x 0 JK Motos
O Poço Fundo começou avassalador no clássico contra a JK. Em poucos minutos, dominou o adversário e mandou na partida, fazendo jogadas de perigo o tempo todo. O gol, que estava ‘amadurecendo’, surgiu aos cinco minutos. Djonathan recebeu na pequena área e só escorou pra as redes. Três minutos depois, o camisa 10 recebeu bola pela direita e chutou forte, mas o goleiro Joel defendeu.

A JK só respondeu aos 10 minutos. Jonata recebeu bola pela esquerda e chutou com muito perigo, mas foi à esquerda de Luciano. No contra-ataque, Jefinho, do Poço, perdeu de cara para o gol. Os dois times, conhecidos por empregar velocidade nas partidas, ficaram sonolentos após os 12 minutos. O Poço Fundo se perdeu na marcação, mas o JK não aproveitava as jogadas, sem conseguir encaixar um lance sequer, e assim o primeiro tempo encerrou.

A situação mudou de figura na segunda etapa. Atrás no placar, a JK atacou mais. Deixando o nervosismo de lado, a equipe do bairro Águas Claras começou a acertar os passes e apresentar perigo ao gol de Luciano. Até o arqueiro Joel participava das jogadas de ataque. O Poço Fundo tentava segurar o resultado, e passou a dificultar as investidas adversárias, tentando contra-ataque. No fim, o Poço alcançou seu objetivo, e o segundo tempo acabou sem alteração no placar.

O técnico da JK Motos, Wilmar de Souza, o Domicio, parabenizou os adversários. “São sempre um osso duro de roer, mas jogaram bem e merecem estar na final”. O comandante da equipe que vai decidir o título, Fábio Heck, apesar de satisfeito com o resultado, acredita que o Poço Fundo tem que imprimir mais ritmo na final. “Temos que buscar o gol o tempo todo e continuar no ritmo que estávamos empregando até então”, afirma Heck.

Semifinais – Arena Brusque
Data / Hora / Equipe

Ontem 19h30 Setrat Piscinas 6 x 3 Floripa Têxtil
Ontem 20h30 Poço Fundo/Pazza 1 x 0 JK Motos
Final – Arena Brusque
Data / Hora / Equipes
Quarta-feira, 19/ 20h30 / Poço Fundo/Pazza x Setrat Piscinas

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio