Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Sindicatos de Brusque e região discutem reajuste de salário mínimo regional

Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Sindicatos de Brusque e região discutem reajuste de salário mínimo regional

Página 3

Centrais sindicais de trabalhadores se reuniram na manhã desta terça-feira, 13, para definir a proposta a ser apresentada à Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) para reajuste do salário mínimo regional.

O encontro foi realizado na sede da Federação dos Trabalhadores no Comércio de Santa Catarina (Fecesc), em Florianópolis. Uma comissão e negociação foi montada, tendo entre eles o sindicalista Izaias Otaviano, presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque e região (Sintricomb).

Na reunião, os sindicalistas discutiram que o reajuste deve equiparar o salário mínimo regional de outros estados, como o Paraná, por exemplo.

De acordo com eles, os valores do mínimo regional catarinense estão entre 10% e 13% menores que o do estado vizinho.

Assim como em Santa Catarina, o Paraná também possui quatro faixas salariais, que contemplam todos os setores que formam a economia do estado. Em Santa Catarina, a data base, ou seja, quando os valores precisam estar definidos, é 1º de janeiro.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio