Confira os serviços que serão afetados pelos protestos desta sexta-feira

Sindicatos de Brusque participam de manifesto nacional contra reformas da previdência e trabalhista

Confira os serviços que serão afetados pelos protestos desta sexta-feira

Sindicatos de Brusque participam de manifesto nacional contra reformas da previdência e trabalhista

  • Por Daiane Benso
  • 5:14
  • Atualizado às 11:07
  • +A-A

Os sindicatos dos mais diversos setores de Brusque participam nesta sexta-feira, 28, do manifesto nacional contra as reformas da Previdência Social e Trabalhista. As atividades iniciaram às 4h com bloqueio da saída de ônibus no terminal urbano até as 5h30. No decorrer do dia, haverá panfletagem.

A partir das 15h, uma passeata percorrerá as principais ruas do Centro. A previsão é que saia do terminal, passe pela Adriano Schaefer e vias centrais e retorne para a praça Gilberto Colzani.

O objetivo da paralisação no município, organizado pelo Fórum Sindical de Brusque, é pressionar os deputados federais e senadores, que vão votar as propostas do governo federal que alteram mais de 100 pontos a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) – o projeto de lei 6.787/16 e também em resposta à PEC 287, que altera pontos da Previdência Social.

O coordenador do Fórum, João Decker, diz que os sindicatos laborais dos mais diversos setores: imobiliário e construção, bancário, vestuário, metalúrgico, alimentação, dos mestres e contramestres da indústria, dos trabalhadores têxteis, dos servidores públicos municipais, entre outros, aderiram ao manifesto. Conforme ele, apenas os comerciários não paralisaram as atividades devido ao funcionamento das creches.

“É o movimento do povo brasileiro, pois todos que contribuem com a Previdência Social serão prejudicados, não importa se é empregado ou autônomo. É um pacote de maldade do governo federal com a população”, diz Decker.

O coordenador ainda afirma que o manifesto “não tem bandeira partidária, e sim política social e humana”. Ele convida a comunidade a ir para as ruas com camiseta preta em demonstração de luto.

Outros serviços
O Sindicato dos Bancários de Brusque e região vão aderir à paralisação. Foi confirmado que as agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil de Tijucas e São João Batista estarão fechadas. Os bancos de Botuverá, Guabiruba e Brusque não haviam definido à adesão até o fechamento desta reportagem.

Cerca de 20 servidores da Celesc de Brusque também não trabalham hoje. O manifesto será feito em frente à sede, das 6h às 17h. Serviços emergenciais podem ser solicitados no 0800 480196.

As escolas do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte), na região de Brusque, apoiam o manifesto. No entanto, não se sabe o número de funcionários de escolas que irão aderir.

Por outro lado, a Gerência Regional de Educação de Brusque enviou nota dizendo que hoje será dia letivo normal nas escolas da rede pública estadual. A eventual ausência dos profissionais da educação será considerada falta nos termos da legislação em vigor.

Já a informação preliminar do Nosso Brusque, responsável pelo transporte urbano da cidade, é de que os ônibus vão rodar normalmente. As linhas que sairiam do terminal entre 4h e 5h30 foram prejudicadas, mas a situação está normalizada.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio