Conteúdo exclusivo para assinantes
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Sonegação de impostos ao governo de Santa Catarina ultrapassa R$ 10 bilhões

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Sonegação de impostos ao governo de Santa Catarina ultrapassa R$ 10 bilhões

destaque: sonegação bilionária

Raul Sartori

Sonegação bilionária
Representantes da Procuradoria Geral do Estado, Ministério Público Estadual e Secretaria de Estado da Fazenda participaram esta semana da primeira reunião de trabalho do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira) em SC, cujo objetivo é a recuperação, para os cofres públicos, das dívidas oriundas de sonegação ou fraude fiscal. São bilhões. Se o governo estadual for atrás apenas de quem deve valor igual ou superior a R$ 4 milhões, e cobrasse, efetivamente, botaria pelo menos R$ 10 bilhões em seu caixa. É muito. Para efeitos de comparação: a folha de pagamento de todos os servidores do Governo do Estado está custando anualmente R$ 12,3 bilhões.

Diferencial de SC
A geração de empregos em SC será um principais pontos do discurso que o governador Raimundo Colombo fará na Assembleia Legislativa, terça-feira, quando apresentará um balanço de 2017. Com um saldo de 29.441 vagas, SC foi o Estado que mais gerou empregos no país no ano passado, confirmam os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. “Quando você consegue proteger o emprego, cumpre o primeiro elemento básico de um governo, que é cuidar das pessoas; uma vaga de trabalho não é apenas um dado estatístico; cada emprego tem um rosto, um endereço e uma história sendo escrita. É do emprego que vem o alimento, a educação, a moradia, o lazer, a dignidade de uma família”, defende Colombo em texto enviado ao Legislativo, do qual este espaço teve acesso.

Correção
A Agência Senado errou e pede para esclarecer que o projeto do senador Paulo Bauer (PSDB-SC) não prevê reclusão de dois a cinco anos e multa para quem propaga discurso de ódio nas redes sociais. O correto: a propagação de discurso de discriminação e preconceito nas redes sociais será combatida, se o projeto for aprovado, com a responsabilização subsidiária do provedor que não retire conteúdo preconceituoso gerado por terceiros após o recebimento de notificação.

Samba patrocinado
Quebrado, o poder público não tem moral para bancar Carnaval. Em Joaçaba, que hoje tem um dos melhores carnavais de SC, se fez a coisa certa. A rede varejista Berlanda acertou o patrocínio do evento, organizado pela Liga Independente das Escolas de Samba de Joaçaba e Herval d’ Oeste. Pesou na decisão o caráter familiar da festa popular. Eventos como o Carnabloco e o tradicional desfile das escolas de samba lideram a preferência dos foliões.

Privilégio
O TJ-SC passou a contar, desde a última segunda-feira, com uma equipe de seis brigadistas apta a prestar atendimento especializado em primeiros socorros nas áreas interna e externa das duas torres e também nas dependências do Fórum, em Florianópolis. Diz que cumpre decisão em processo administrativo que analisou diretrizes relacionadas à medicina do trabalho previstas em legislação federal.

Esporte em pauta
Em um ano marcado por importantes eventos esportivos, como a Copa do Mundo na Rússia, o tema terá destaque no Congresso. Entre as principais iniciativas neste setor a serem examinadas pelos senadores está projeto, pronto para ser votado, que obriga a instalação de detectores de metal e de sistema de gravação contínua de imagens em ginásios e estádios. Do deputado federal Jorginho Mello (PR-SC), a matéria tem o apoio do relator, senador Dário Berger (PMDB-SC).

Barato e caro
O Rio de Janeiro foi a cidade onde os preços de aluguel residencial mais caíram em 2017: 8,49%, entre 15 cidades acompanhadas para o levantamento. Florianópolis ficou entre as quatro onde os valores subiram mais que a inflação de 2,95% em 2017. O aluguel ficou mais caro 3,15%.

Minha história
A jornalista catarinense Susana Naspolini, que está fazendo grande sucesso integrando a equipe do telejornal “RJTV”, na Globo, onde também apresenta o programa “Globo comunidade” aos domingos, prepara o lançamento de um livro, já pronto, onde quer compartilhar sua história, com mais detalhes, e ajudar quem está enfrentando o câncer. Um de seus segredos que a ajudou (e ajuda) a dar volta por cima, é rezar.

Naturismo
A praia do Pinho, em Balneário Camboriú, nunca foi tão procurada como nesta temporada. Primeira de nudismo oficial no Brasil, instituída em 1986, se deve a uma estratégia da entidade que gerencia o lugar. Nos cerca de 50 metros destinados aos sem-roupa, há uma divisão. Na primeira parte, é parcial, onde fica quem está indo pela primeira vez e que não se sente plenamente confortávokel com a situação. Na segunda, é obrigatório que o banhista fique como veio ao mundo ao nascer.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio