Subtenente Rubens Justiniano Evangelista assume o comando do Tiro de Guerra de Brusque

Troca de comando foi realizada na manhã desta sexta-feira, 12

Subtenente Rubens Justiniano Evangelista assume o comando do Tiro de Guerra de Brusque

Troca de comando foi realizada na manhã desta sexta-feira, 12

Pelos próximos dois anos, o subtenente Rubens Justiniano Evangelista comandará o Tiro de Guerra (TG) 05-005 de Brusque. A troca de chefia aconteceu na manhã desta sexta-feira, 12, e reuniu autoridades e convidados. O subtenente Tomaz Jacinto Rodrigues, que ocupava o cargo, atuará no TG de Alegrete (RS).

A cerimônia protocolar ainda contou com o descerramento de foto da galeria dos ex-comandantes. Rodrigues lembra que foi nomeado para o trabalho em Brusque em 2015, e que durante o biênio 2016-2017 conseguiu realizar todos os propósitos planejados.

“Tivemos sucesso. Tudo o que pensamos, realizamos. Eu e minha família fomos muito felizes em Brusque”.

Entre as principais ações, Rodrigues destaca a formação de novos soldados. Sob seu comando foram duas turmas. “ Formamos os soldados brusquenses da melhor maneira. Tivemos dificuldades, mas superamos”, diz o subtenente, que garante que trabalharam em prol da sociedade, levando civismo, principalmente nas escolas.

Ele diz que foram muitas parcerias realizadas e pode-se resgatar um pouco da estrutura do espaço. Para Rodrigues, a cultura “colonial” de Brusque será uma das principais lembranças, atrelada a todos os jovens que foram formados sob sua chefia.

“Levo a satisfação de fazer parte desta sociedade e ter contribuído com a transformação dos cidadãos”.

O subtenente, que tem 28 anos de serviço e apenas não serviu no Planalto Central e no Nordeste, retornará para seu estado natal, o Rio Grande do Sul.

Fortalecimento
Por sua vez, o novo comandante do TG brusquense diz que desde que foi nomeado para a cidade, tem boas expectativas em relação ao trabalho. “O Tiro de Guerra daqui é histórico, tem muitos parceiros, como a prefeitura, bombeiros, Polícia Militar, além do apoio da sociedade”.

Evangelista, que é natural de Porto Velho (RO) e deixou Cascavel (PR) para vir a Santa Catarina, afirma que manterá as parcerias já estabelecidas, fortalecendo-as, bem como trabalhará para conquistar novas. Entre suas prioridades, está continuar a revitalização do local.

O novo chefe salienta que o TG tem papel muito importante na formação da cidadania, do civismo e dos valores morais. Segundo ele, o Brasil ultimamente está carente destes valores, por isso, a necessidade de resgatar e fazer aflorar este sentimento.

“Buscamos formar o atirador não só para a mobilização num caso de guerra, mas para que estenda seus valores para seus familiares e no ambiente onde vive”. Evangelista também já teve duas passagens pela região amazônica.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio